Coluna de Minas

31 de janeiro de 2020

MOC quer doar animais do zoológico 
 
A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Montes Claros está procurando que está interessado em receber uma capivara, cinco papagaios, oito araras e três carcarás que estão no antigo Jardim Zoológico, extinto desde janeiro de 2017.  O local foi cedido ao Instituto Estadual de Florestas (IEF) para a criação do Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), que vai abrigar animais capturados, resgatados ou entregues, vindos de locais inapropriados, como áreas urbanas ou cativeiros. Desde quando o  Jardim Zoológico foi fechado, acabando com uma das poucas áreas de lazer da população, a Prefeitura de Montes Claros passou a fazer a doação dos animais que viviam ali. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros) 
 
Trem de passageiros volta a circular
O trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas, voltou a circular ontem. O serviço foi suspenso, temporariamente, nos últimos dias, em razão das fortes chuvas, registradas em Minas Gerais. A circulação voltará nos dois sentidos (BH-Vitória e Vitória-BH). A velocidade será reduzida, em alguns trechos, para garantir a segurança das pessoas. Os passageiros que tiveram a viagem cancelada, durante a suspensão, têm a opção de pedir o reembolso do bilhete comprado ou a remarcação de passagem, sem custo adicional, no prazo de até 30 dias. A manutenção preventiva dos túneis de Sabará e Marembá, também, foi adiada, em razão das chuvas. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)
 
“Luz para Aprender” será implementado 
Na última segunda-feira, 27, aconteceu o firmamento da parceria entre o município de Varginha e a empresa Signify para o início do Programa “Light for better learning – Luz para Aprender”, que vai atender a troca de toda a iluminação das duas escolas municipais por um sistema de lâmpadas LED, com dispositivos semicondutores que emitem luz por eletroluminescência (passagem de corrente elétrica), como também toda a fiação, interruptores, dando manutenção e ao final do projeto vai ensinar sobre os benefícios e a necessidade das instituições continuarem a manter o sistema. Varginha sedia a única fábrica de reatores e luminárias no Brasil com seu Centro Administrativo, Comercial e de Distribuição funcionando em São Paulo e foi escolhida para participar, entre 16 escolas em todo o país. (Correio do Sul – Varginha) 
 
Monlevade registra 158 ocorrências  
A Prefeitura de João Monlevade divulgou na terça-feira, 28, um balanço sobre as vítimas da tempestade que caiu no último fim de semana. Segundo o Executivo, foram registradas 158 ocorrências em 43 bairros da cidade, como inundações, deslizamentos de encostas, rompimentos de tubulações de água e esgoto, entre outras. Cinco famílias, dos bairros Santa Cruz, Ipiranga e Cidade Nova, estão desalojadas e foram enviadas ao Centro Educacional de João Monlevade. Nos bairros Amazonas e Santa Cruz, segundo a Secretaria de Assistência Social, 235 pessoas, de 35 famílias, estão em suas casas, sendo assistidas com roupas, alimentos, colchões, artigos de limpeza e higiene pessoal e roupa de cama. (A Notícia Regional- João Monlevade)
 
Poços de Caldas sedia encontro de Tutelares
Poços de Caldas sediou o 1º Encontro “Conselho Tutelar – Proteção Social da Criança e do Adolescente”, realizado pela Diretoria Regional da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese). Voltado para os novos conselheiros tutelares que tomaram posse neste ano, o encontro reuniu representantes de dez cidades da região, na Secretaria Municipal de Promoção Social, no prédio anexo ao Terminal Rodoviário. Os encontros realizados nas microrregionais da Sedese visam orientar os novos conselheiros tutelares e contam também com a participação de profissionais da rede de assistência social e dos Conselhos de Direito da Criança e do Adolescente. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas) 
 
Mais de 2,7 mil animais castrados em 2019
As duas frentes elaboradas pela Prefeitura de Divinópolis para realizar as castrações de cães e gatos resultaram em 2,7 mil procedimentos em 2019. Coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), as castrações foram realizadas no Centro de Referência de Vigilância em Saúde Ambiental (Crevisa) e no Castramóvel. A Semusa agendou as castrações no ano passado para o Crevisa. Foram realizadas 2.318 procedimentos durante o ano. Somente em outubro, foram 392 castrações registradas. No mês seguinte, outro número significativo: 329, acompanhado de dezembro (230) e abril (224). 
 
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução