• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    08/02/2020 08h12 - Atualizado em 08/02/2020

    Corpo de idosa é encontrado em Pratápolis

    Ralph Diniz - Especial

    S.S. PARAÍSO - O corpo de uma idosa foi encontrado em meio a uma mata fechada, no município de Pratápolis, no fim da tarde de quarta-feira, 5. A vítima estava desaparecida desde o início da semana. Imagens de uma câmera de segurança registraram a mulher caminhando sozinha rumo ao local onde ela foi ela encontrada. As causas do desaparecimento e da morte ainda não foram identificadas.


    Segundo informações, Maria Antônia Martins, de 65 anos, foi vista pela última vez saindo de sua casa na manhã de domingo, 2, levando consigo uma garrafa pet pequena, uma sacola de plástico e um guarda-chuvas. Preocupados com o desaparecimento da idosa, familiares informaram a Polícia Militar, que acionou o 2º Pelotão do Corpo de Bombeiros de São Sebastião do Paraíso para ajudar nas buscas. De acordo com o sargento Giovani, uma equipe de salvamento foi até a cidade vizinha na tentativa de conseguir informações em casas e mercearias próximas a rodovia MG-050, mas não obteve êxito.


    Além disso, populares também se dispuseram a procurar Maria Antônia e o dono de um estabelecimento comercial percebeu que uma de suas câmeras de segurança havia registrado imagens dela caminhando sozinha rumo a um matagal. Um grupo de moradores, então, resolveu entrar na mata e localizou o corpo da mulher.


    Os bombeiros e a PM foram até o local e resgataram o cadáver da idosa. Uma equipe da perícia técnica da Polícia Civil foi acionada e realizou os trabalhos de praxe. Até o momento, as causas do desaparecimento e da morte de Maria Antônia são desconhecidas. Amigos da vítima lamentaram o ocorrido. “Ficamos chocados com essa história. Ela era mulher muito bondosa e sorridente. Vai fazer muita falta para todos nós”, disse uma vizinha. O corpo foi sepultado no cemitério de Pratápolis.  

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2020 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus