• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    15/01/2020 08h33 - Atualizado em 15/01/2020

    Entre o amor e o trabalho na tv

    Para ser Marina em "Amor de mãe", Erika Januza abriu mão do seu "escudo". Mineira de Contagem, atriz teve de cortar os cabelos para viver tenista na novela das nove da Globo

    Em Amor de mãe, novela das 21h da Globo, a prioridade de Marina (Erika Januza) é se tornar uma campeã de tênis. Porém, a personagem não aceitou a proposta para morar em outro estado por conta do relacionamento com Ryan (Thiago Martins). Uma surpresa do músico para a amada no aeroporto a fez desistir da mudança e o vídeo do momento fofo acabou projetando o talento do filho de Lurdes (Regina Casé) nas redes sociais. No entanto, o sucesso do amado acaba atrapalhando o namoro.

     

    “É difícil fazer essa escolha de amor ou trabalho, mas já passei por isso. Uma vez me falaram para escolher entre a pessoa e a profissão e eu disse: ‘Então, tchau’. Também já optei por amor em vez do trabalho, mas não faria de novo. Só não me arrependo, pois acho que tudo acontece quando tem de ser”, conta Erika, mineira de Contagem, na Grande BH.

     

    Se Marina irá se arrepender no futuro só o tempo dirá. Até porque ela passou por uma operação no joelho que pode impedir a atleta de voltar às quadras. Para sua intérprete, ter tido um dilema parecido na vida real lhe deu a dimensão dos sentimentos da personagem. No lugar da tenista, a atriz provavelmente faria uma escolha diferente. Afinal, Erika fala da importância de sua profissão e assume que seria difícil não optar pelo trabalho. Mesmo assim, ela sabe que existem situações diferentes.

     

    “Não é sempre optar pelo trabalho. Quando há uma família, por exemplo, tem que colocar numa balança. Hoje, eu estou mais madura e não é qualquer coisa que me tira do meu trabalho. Tem que ser algo muito relevante. Acho que o ator tem que se entregar”, confessa.

     

    Para interpretar Marina, Erika começou a fazer aulas de tênis um ano atrás. Apaixonada pelo esporte, ela conta que joga quase todos os dias e está acompanhando os campeonatos da modalidade esportiva. Aliás, a atleta Serena Williams foi a inspiração para sua personagem.

     

    “Antes, já curtia a Serena, todo jogo dela eu via. Quando o José Luiz Villamarim (diretor) conversou comigo e falou que a inspiração era ela, fiquei pensando que o cabelo da tenista não é assim, mas tudo bem, vamos na alma dela. A vida dessa atleta também não foi fácil. Faço tênis há um tempo, então estou batendo uma bolinha, está dando para me virar”, revela.

     

    Além de aprender o esporte, Erika mudou radicalmente o visual. As longas madeixas da atriz deram lugar a um cabelo curto e prático, assim como Marina. Segundo a atriz mineira, fazer essa transformação já era um desejo, mas ainda lhe faltava coragem. Então, o papel em Amor de mãe foi o pretexto perfeito para tornar essa vontade realidade.

     

    “O cabelo era o meu escudo. Achava que para ser bonita tinha que estar com ele jogado aqui ou ali. E aí chegou o momento em que me desprendi de tudo isso e entendi que a beleza tem que estar em mim. Já ouvi que não estou mais tão bonita, que é cabelo de homem, mas eu quis mudar”, resume.   

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2020 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus