• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    23/12/2019 09h36 - Atualizado em 23/12/2019

    Brechó de móveis: bom negócio para usados de construção

    PORTAS, JANELAS E DEMAIS OBJETOS DE CONSTRUÇÃO CIVIL USADOS SÃO UMA OPÇÃO PARA ADQUIRIR PRODUTOS QUE JÁ ESTEJAM COM A PINTURA E COM O TRABALHO DE VIDRAÇARIA FINALIZADOS

    Fernanda Freire - Da Redação

    Embora a prática seja mais comum em brechós de roupas, a construção civil é uma boa área para investir quando o assunto é a reutilização de materiais ou como uma alternativa para a sustentabilidade. O Usadão RG, por exemplo, comercializa materiais restaurados e seminovos para obras ou reformas.


     Desde peças de material hidráulico até portas, janelas, grades, pias, telhas, madeiras, caixa d’água, balcão de cozinha e banheiro, cerca elétrica e “tudo o que o cliente precisar, com a certeza de qualidade e garantia, mesmo sob material usado”, garantiu o proprietário do empreendimento, Ricardo Antônio Silva Benedito, que começou a trabalhar no ramo de materiais de construção com 12 anos de idade em um depósito tradicional da cidade, local em que permaneceu por 21 anos.


     O comerciante ainda teve a experiência com materiais hidráulicos por quatro anos em uma loja em Passos, ocasião em que relatou ter aperfeiçoado a relação com clientes. Com a experiência completa na área de construção civil, Ricardo decidiu investir no negócio que ainda era inédito na cidade, uma empresa de materiais de construção usados.


     Em atividade a seis anos em Passos e atendendo também a demanda da região, o Usadão RG concilia história e sustentabilidade. Para recrutar os materiais, o proprietário comentou que costuma andar pelas ruas do município procurando obras para conversar com pedreiros sobre o que pode ser reutilizado e, posteriormente buscar o material.


    Com os contatos consolidados ao longo das demais experiências que obteve com a construção civil, o proprietário do Usadão RG ainda detalha que ao comprá-los e ocasionalmente detectar algum defeito, consulta os amigos serralheiros, que deixam os objetos em condições de venda, “ou seja, tudo novinho de novo”, reforçou.


    O negócio é uma boa escolha para o momento que o Brasil vem enfrentando, refletiu Ricardo, já que pode oferecer ao cliente um produto com qualidade e preço abaixo do mercado tradicional de construção. “E ainda oferecemos a opção em dividir em até 12 vezes no cartão de crédito o que facilita ainda mais para o cliente fazer suas compras”, disse.


    Ainda, para o proprietário do estabelecimento, o cliente só tende a ganhar adquirindo esse tipo de material. “Você compra o material usado e na maioria das vezes já vem com a pintura e vidros, como é o caso de venezianas ou portas, que já vão completas e com o preço bem menos da metade de um novo. Com tudo isso o cliente fica satisfeito pois já economiza nos vidros ou pintura”, comparou.


    Seu público, comentou Ricardo, é variado, atendendo desde pessoas de classe média a classe alta, que buscam no mercado de móveis usados uma opção para economizar. Dentre os objetos com melhor saída, o proprietário observou que no geral, todos os materiais são bastante procurados, como vitrôs de alumínio e grades.


    O montador de gesso acartonado, Denilson Robson da Silva, é cliente do Usadão RG há muitos anos. No estabelecimento, Denilson recordou que já comprou portas, vitrôs, pia e até chuveiro para sua residência. Na manhã desse sábado, 21, o montador estava procurando grade para a construção do sítio, que fica na área rural da cidade. “Aqui o preço costuma ser metade do oferecido pelo mercado, então compensa. Percebo também que aqueles objetos que não estão perfeitos eles arrumam, o que, se formos analisar, ajuda não só o nosso bolso como o ambiente”, acredita.


    Como o nome do empreendimento indica, a empresa comercializa todos os materiais necessários para uma construção civil, além dos objetos tradicionais, também são vendidos areia, cascalho e tijolo, com a facilidade de entrega na porta do cliente.


    As preferências de Ricardo são adquirir marcas conhecidas e materiais de qualidade. Para deixar os clientes satisfeitos, o segredo da empresa é conhecer e entender do produto comercializado. “Para construir ou reformar temos tudo, em um só lugar”, frisou o proprietário do Usadão RG, que possui duas lojas na cidade, uma na região do Bela Vista, na rua São Paulo, 626 e outra na rua João Pimenta, 289, no São Benedito, cujo telefone para contato é o (35) 3413-9450.
     

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2020 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus