• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    12/12/2019 08h25 - Atualizado em 12/12/2019

    Poderes se reúnem para tratar sobre período integral

    S.S. DO PARAÍSO - O remanejamento das crianças de 4 e 5 anos das creches para as escolas, passando para o período parcial, foi assunto na Câmara Municipal pela terceira semana seguida, quando a representante das mães, Mirelly Alves Cintra, ocupou mais uma vez a Tribuna Livre. Visando uma solução para a situação, os dez vereadores se reuniram com o prefeito Walker Américo Oliveira, na tarde dessa terça-feira, 10. O encontro entre Executivo e Legislativo aconteceu na sala de reuniões da Prefeitura e contou com a participação da secretária municipal de educação, Maria Ermínia Preto de Oliveira Campos, a coordenadora pedagógica, Ana Elizabeth de Carvalho Pádua, e a procuradora do município Naianna Lúcia Farchi. O encontro definiu que os pais que encontrarem dificuldades com a mudança de horários devem procurar a Secretaria de Educação.


    Durante a reunião, foi discutido o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) firmado entre Executivo e Ministério Público para atender a demanda por vagas nas creches para crianças de 6 meses a 3 anos, o qual motivou a decisão de remanejar os alunos de 4 a 5 anos dos Centros de Educação Infantil (Cmeis) para as escolas. De acordo com divulgação da Prefeitura, a secretária de Educação esclareceu que “dos 174 alunos de 4 e 5 anos que estarão no período parcial no próximo ano, apenas oito pais/responsáveis procuraram o setor demonstrando dificuldade para se adaptar, alegando que não têm onde deixar seus filhos por um período enquanto trabalham”. Maria Ermínia ainda destacou que as diretoras escolares trataram com os pais dos alunos sobre a mudança desde o início do processo, informando que os pais daqueles que encontrarem dificuldades com o novo horário devem dirigir-se à Secretaria de Educação, que analisará cada caso individualmente.


    De acordo com o Termo de Ajuste de Conduta, as crianças consideradas em situação de vulnerabilidade pelo serviço social têm a garantia do tempo integral na escola. Segundo o prefeito municipal, Walker Américo Oliveira, é necessário que todas as crianças estejam matriculadas, de forma a conhecer a demanda e verificar a possibilidade de atendimento. Ele ainda pontuou que as matrículas se encerram no dia 20 de janeiro, havendo a possibilidade de ampliação de vagas em tempo integral após a inauguração da Escola do bairro Alto Bela Vista em janeiro de 2020. O prefeito afirmou que, por meio dele e da secretária de Educação, a administração não permitirá que as crianças fiquem desassistidas.
     

    Matéria exclusiva para assinantes

    Faça já a sua assinatura, tenha o jornal impresso em sua casa ou dê de presente para quem você gosta e ganhe o acesso nas páginas digitais pela internet, ou seja: Versão Impressa + Digital.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2020 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus