• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    16/11/2019 09h57 - Atualizado em 16/11/2019

    Poça d'água incomoda moradores e comerciantes

    Seção Livre

    Comerciantes e pedestres pedem para que a Prefeitura tome alguma providência para colocar uma galeria pluvial ou, então, bueiros para que a água da chuva possa escoar na praça Geraldo da Silva Maia, mais conhecida como praça do Rosário. O motivo do pedido se dá pelo fato de na segunda-feira, 11, no período em que chovia, a calçada ter sido coberta por enxurrada. Segundo informado por um comerciante, toda vez que chove, essa parte da rua fica alagada. “Essa praça é uma das principais da cidade, onde tem um grande fluxo de pessoas. A enxurrada é tanta que quase entra dentro dos comércios. E a água chega a atingir as canelas das pessoas. A Praça do Rosário fica de frente à Prefeitura, não contabiliza nem cinco minutos. Os funcionários da administração municipal não veem? Teremos que ficar ligando, assim como muitos fazem por conta dos buracos. São tantas irregularidades nessa cidade, mas a gestão finge não ver. O que está acontecendo? Pagamos impostos e nem andar sobre as calçadas conseguimos, por falta de administração”, lamentou o entrevistado.

    Resposta:
    A reportagem da Folha encaminhou a reclamação para a assessoria de imprensa da PMP, no entanto, não obteve resposta.  

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus