• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    30/10/2019 10h43 - Atualizado em 30/10/2019

    Leitor: Que tristeza passear em Passos

    Estive em Passos no último final de semana. Encontrei muita tristeza espalhada por toda cidade. Animais abandonados por todo lugar. A Avenida da Moda, uma desolação.... São muitos os animais.... Grande e pequeno porte.... Não são castrados, vivem da caridade que o comércio dá para eles...

    Frequento a cidade há pelo menos 25 anos, sempre fui muito bem acolhida, minha irmã fez a vida dela ai, constituiu família e é feliz onde mora. Eu moro em São Paulo, e sempre que possível, meu destino é para esta cidade, onde o roteiro obrigatório é a Avenida da Moda e as inúmeras cachoeiras. Sempre fui muito bem acolhida por todos e motivo de alegria fazer as malas rumo a Minas Gerais....Mas, neste último final de semana, foi muita tristeza para mim.... Ao passear pela Avenida da Moda, vi muitos animais abandonados à própria sorte, sem abrigo, nem agua, comida....

    É triste demais o cenário desolador pela cidade de Passos.... Mostra o descaso da Prefeitura frente a este problema.... O turista quer ver o belo. Uma viagem é sempre motivo de alegria, mas ter ido para Passos, não foi prazeroso, pelo contrário.....Foi angustiante. Peço, encarecidamente, que a Prefeitura olhe com atenção este problema Há um problema sério ai de saúde pública também, pois os animais não se encontram apenas na frente das lojas, mas estão nos bares, sorveterias, restaurantes... Como é distrair e se deparar como os inúmeros animais te pedindo um pouco do que você está comendo? O turista não se sente confortável vendo o descaso das autoridades nos olhos de cada animal abandonado. Triste demais, viu.

    Solange Zillio 

    Débil mental

    O Marcelo Crivella (PR-RJ), agiu mais como um “débil mental” do que como prefeito do Rio de Janeiro, quando sustentado na concessão de uma simples liminar da justiça que suspendia a cobrança de pedágio na Via Amarela, literalmente mandou destruir as cancelas e demais instalações do pedágio. Populista, demagogo, e sem escrúpulo algum, ainda foi ao local deste crime que cometeu contra a iniciativa privada como se estivesse abafando perante o eleitorado. Como não poderia deixar de ocorrer, horas depois a justiça derrubou essa liminar. E quem vai pagar o prejuízo do pedágio destruído será a já sofrida população do Rio...

    Paulo Panossian – São Carlos/SP

    Milongueiro

    Gesto “Lula livre” é afronta à democracia do País. O que este milongueiro argentino tem de se meter na política brasileira?

    Robert Haller - São Paulo/SP 

    Mais sobre a editoria

    10 de Dezembro de 2019
  • 09 de Dezembro de 2019
  • 07 de Dezembro de 2019
  • 06 de Dezembro de 2019
  • 05 de Dezembro de 2019
  • 04 de Dezembro de 2019
  • 03 de Dezembro de 2019
  • 02 de Dezembro de 2019
  • 30 de Novembro de 2019
  • 29 de Novembro de 2019
  • Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus