• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    14/10/2019 09h30 - Atualizado em 14/10/2019

    "Vida Secreta" ganha níveis mais dramáticos

    Na segunda temporada de "A Vida Secreta dos Casais", Bruna Lombardi afirma que série levanta temas que colaboram para uma transformação social

    Indo muito além do que é abordado no Instituto Tantra e mergulhando a fundo no universo político e hacker, a 2ª temporada de A Vida Secreta dos Casais, que estreia neste domingo, 13, na HBO Brasil, promete levar a personagem Sofia Prado (Bruna Lombardi, que além de protagonista é criadora da série) a níveis dramáticos ainda mais intensos e inesperados.


    A nova temporada contará com 10 capítulos e apresentará uma Sofia movida pela vontade de investigar o assassinato de Daniel (João Paulo Lorenzon) – ainda que seja necessário tomar atitudes drásticas, realmente expondo sua identidade e limitando sua segurança. Uma das grandes apostas brasileiras da rede, A Vida Secreta dos Casais traz inúmeros pontos de discussão dentro de uma trama fictícia.

     

    A começar pelo uso da tecnologia através de um grupo de hackers, pessoas que têm o intuito de trazer à tona informações da política que envolvem a corrupção de um banqueiro e seus negócios. A política também se faz presente desde a 1ª temporada, mas o novo ano da série promete explorar mais tal temática de forma a se comunicar diretamente com o arco de Sofia.


    A tensão, segundo o diretor e também idealizador do projeto Kim Riccelli, é palavra garantida para esta temporada. Riccelli afirmou que o drama se fará mais presente do que antes. “Quando se tem uma 1ª temporada, você está ainda introduzindo, criando aos poucos o universo. Chegando na próxima você tem mais liberdade para intensificar tudo. A 2ª temporada começa de forma acelerada e isso se mantém até o fim.

     

    Ela ficou bem dramática e a ideia foi buscar temas e trabalhá-los de forma que tragam peso e força. A série reflete sobre o que está acontecendo em nossa realidade. Não só na política como também com os movimentos que têm surgido, com as pessoas se manifestando de diversas formas, às vezes em oposição”, diz.


    Desde o início da produção, uma das principais ideias de A Vida Secreta dos Casais foi o de abordar a política; tema que, hoje, mais do que nunca, está presente na vida dos brasileiros de maneira muito próxima e potente. “A ideia da série sempre foi explorar a política de um ponto de vista íntimo, sobre como a vida pessoal, o caráter de cada personagem é o que dita tudo. No fim das contas, a política são as pessoas, e as pessoas têm interesses – sejam grandes ou pequenos, todos eles afetam as vidas das pessoas no modo geral”, explica Riccelli.


    Fatores de sucesso

    Roberto Rios, vice-presidente de Produções Originais HBO Latin America, encara a contemporaneidade da série como um de seus fatores de sucesso. “O fato de existir uma 2ª temporada já mostra que os espectadores querem saber o que aconteceu com aqueles personagens, com o Tantra, com o assassinato do presidente... Esse novo ano tem já o conforto de poder lidar com tudo o que foi contado antes, e ao mesmo tempo ela tem essa responsabilidade de honrar a 1ª temporada, levando a história para um nível superior.

     

    A Bruna, como escritora e atriz, leva a série a um patamar mais complexo e dinâmico, inclusive até mais contemporâneo que poderíamos imaginar quando escrevemos tudo há dois anos. O artista sempre está afinado com o que está acontecendo antes que todo mundo esteja prestando atenção. E quando ele fala algo e a coisa vira realidade, não é verdade; é que o artista tem essa sensibilidade de percepção.”


    Sobre o fato dos espectadores serem capazes de encontrar um diálogo da produção com relação às suas próprias vidas, Bruna Lombardi acredita que isso se deve ao fato da série ser como a vida: “Você tem personagens que buscam uma jornada interior, relacionamentos entre indivíduos que são casais, têm algum tipo de relação amorosa ou que estão apenas numa busca do despertar físico/sensorial, e ao mesmo tempo você tem a realidade, o choque entrando na vida das personagens, atrapalhando tudo.

     

    O que é muito louco, pois essa é a vida - elevada a uma grande potência por ser uma série. Mas a nossa vida é meio assim. Você busca por algo, vem com uma intenção e a realidade te traz a reviravolta”, define.

    A 2ª temporada de A Vida Secreta dos Casais estreia em 13 de outubro, domingo, às 21h. A partir do dia 20 de outubro, o horário de exibição passa a ser sempre às 22h. 

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus