• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    02/10/2019 11h33 - Atualizado em 02/10/2019

    Leitor: Castra móvel e canil municipal

    Alguém sabe falar ou tem alguma informações sobre castra móvel ? O qual foi manchete neste jornal e nos meios de comunicações e até hoje não sabemos o motivo de tantas publicidades para ficar só no ti ti ti, será que só vão liberar ele só nas vésperas das eleições? Ou o gato comeu!

    Outro assunto é o canil, precisamos saber se é falta de recursos financeiros ou boa vontade política. Fala-se que foi embargado, e ninguém está correndo atrás para solucionar o problema. Precisamos refletir sobre nossos votos nas próximas eleições.

    Alô Deputado Estadual Noraldino Júnior, será que o Senhor pode nos ajudar?

    Jeremias Cristo Alves – Passos/MG 

    Lula no semiaberto

    No Brasil existem leis que são uma verdadeira piada. Não dá para aceitar que um cidadão como o ex-presidente e hoje presidiário Lula, que, junto com seu poste Dilma, quebrou o País, roubou e permitiu que seus camaradas e aliados também roubassem bilhões de reais das nossas estatais e, condenado no caso do triplex do Guarujá a uma pena de 8 anos e 10 meses de prisão, tendo cumprido 1/6 deste tempo, ou 18 meses de prisão, seja beneficiado pela esdrúxula lei que lhe dá o gozo do regime semiaberto. É o que foi solicitado por 15 procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato à Vara de Execuções Penais do Paraná. Caso a juíza Carolina Lebbos consume esse benefício, Lula terá obrigatoriamente de arrumar um emprego e, ainda, pagar R$ 4,1 milhões de multa e reparação de danos. Acaso teria esse valor origem no que foi desviado dos contribuintes? Ora, fazer o quê, se este é o único Brasil que temos?

    Paulo Panossian – São Paulo/SP 

    Maus espíritos

    Gargalhei com a irreverente inspiração das redes sociais, a informar que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por estrondosa maioria, que o processo de Joaquim José da Silva Xavier, o histórico Tiradentes, volte à primeira instância, porque o delator Silvério dos Reis delatou o mártir da Independência do Brasil por último, arrestando-lhe o direito de defesa, conforme legislou “de per si” o douto (?) ministro Ricardo Lewandowski. Por interesses escusos, duvido que a decadente zorra de humor nonsense do grupo dos Marinhos tenha coragem de apontar crítica tão inteligente e cristalina aos inconfidentes e sombrios juízes supremos que estão a conjurar os maus espíritos contra a ordem constitucional e contra a Nação, por conseguinte.

    Celso David de Oliveira - Rio de Janeiro/RJ

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus