• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    28/09/2019 10h21 - Atualizado em 28/09/2019

    Motorola One Action: o celular "à la Go Pro"

    O Motorola One Action, novo lançamento da Motorola, é um smartphone com uma ambição: ele quer ser uma câmera de ação, como os modelos oferecidos pela GoPro.

    O aparelho vem com uma lente grande-angular dedicada apenas a vídeos, que podem ser feitos segurando o dispositivo na vertical e que saem sem tremedeiras por causa do movimento - e esse é o seu principal destaque. Uma boa ideia para um aparelho que se encaixa na categoria dos smartphones intermediários, com preço sugerido de R$ 1,8 mil.

    Design e tela

    O One Action, com generosos 128 GB de armazenamento interno, 4 GB de RAM e um processador Samsung Exynos 9609 (de oito núcleos), se encaixa na categoria dos smartphones intermediários pelas configurações e pela faixa de preço. O dispositivo aceita cartões de expansão padrão microSD (de até 512 GB) e tem uma bateria de 3.500 mAH com carregador rápido de 10W incluído na caixa do produto. 

    O aparelho tem uma tela de 6,3 polegadas chamada Cinemavision, por conta do uso da proporção 21:9 similar à do cinema. Esse formato deixa o smartphone mais longo e estreito, o que é ótimo para segurar e usar com apenas uma mão, mas pode cortar itens da tela ao usar alguns aplicativos, como o recurso de Stories do Instagram - os vídeos verticais podem aparecer sem informações que aparecem nas laterais da imagem.

    O Motorola One Action traz poucas bordas nas laterais e um leitor de impressões digitais na parte traseira do aparelho. Seu design segue o padrão atual de mercado de bordas estreitas com uma interrupção na tela para abrigar a câmera frontal, de 12 megapixels. O acabamento é em plástico, nas cores azul-denim ou branco. A Motorola ainda lançou mais um modelo, o azul claro/borrado (chamado Aquamarine) nesse mês de setembro.

    O smartphone vem com sistema operacional Android 9.0. Por ser parte da linha Android One da Motorola, a fabricante promete atualizações de segurança mensais por três anos e dois upgrades de sistema operacional (para Android 10 e 11). A interface do aparelho é limpa e vem com apps do Google e da Motorola. Caso das Moto Ações, que permite usar gestos para comandar o smartphone, como chacoalhar o aparelho para ativar a câmera. Outro recurso do Android 9 presente no One Action (e em demais aparelhos da marca com o sistema operacional) é o de Bem-Estar Digital, que ajuda a controlar o tempo de uso do aparelho e de aplicativos. 

    Câmera de ação

    A câmera do One Action parece igual à maioria dos smartphones: três lentes alinhadas na parte traseira do aparelho, mais um pequeno flash. Mas é uma câmera tripla com funções diferentes do que estamos acostumados: a câmera principal permite tirar fotos de 12 megapixels de resolução, uma câmera de profundidade (5 megapixels) ajuda para fotos em modo retrato (com o fundo borrado) e a terceira câmera é a de ação, que faz apenas vídeos com uma lente grande-angular. 

    Diz a fabricante que o enquadramento de cena é quatro vezes maior que com a câmera principal, em ângulos de visão de 78 graus para a principal e 114 graus para a câmera de ação. Como o One Action é o único smartphone com uma câmera desse tipo no mercado, a comparação mesmo é feita com câmeras exclusivas de ação, como as GoPro, também com lentes grande-angulares e estabilização de imagem. Mas vale lembrar que são câmeras dedicadas – e não um smartphone. 

    A câmera de ação traz outro diferencial: a Motorola colocou o sensor da câmera em uma posição 90 graus diferente do “normal” em outros smartphones, o que permite fazer os tais vídeos com a câmera de ação segurando o smartphone na vertical e filmando na horizontal. Parece esquisito, mas funciona bem. E se você estiver filmando na horizontal, os vídeos ficam na vertical.

    E por que câmera de ação? O mais interessante desse aparelho é que ele traz uma estabilização eletrônica de imagem, permitindo criar vídeos se movimentando sem usar tripés ou acessórios, e o vídeo fica com um resultado muito bom, sem “tremer”. 

    De qualquer modo, a câmera principal (de fotos) também permite gravar vídeos - vertical na vertical e horizontal com o aparelho na horizontal. Os resultados da câmera principal, como costumam ser nas câmeras da Motorola, são mistos: muito bons durante o dia, razoáveis à noite e não muito bons com baixa iluminação.

    Desempenho

    A bateria de 3.500 mAH do Motorola One Action é capaz de aguentar um dia inteiro de uso - ao final dos nossos testes, após 12h de uso, estava com 26% de carga. A presença do carregador rápido é muito bem-vinda e padrão nos aparelhos da Motorola. 

    Nos testes de desempenho (como o GeekBench 4), o Motorola One Action bateu 5.547 pontos - um pouco abaixo do Samsung Galaxy A80 (6.939 pontos) e bem abaixo de um topo de linha como o Samsung Galaxy S10+ (8.870 pontos).  

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus