• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    20/09/2019 11h36 - Atualizado em 20/09/2019

    Leitor: Marinha em Passos

    Querida e a(r)mada gente.
    A Marinha do sudoeste acaba indo para onde tem água, afinal não é 'TERrinha', é MARinha. E Passos terá que se contentar em já ter o Exército instalado, oras, o nosso glorioso, histórico e verde-oliva Tiro de Guerra.
    E podemos batalhar com nossas lideranças políticas visionárias pela Aeronáutica em Passos porque tem aeroporto e muito ar por aqui. Ou, melhor ainda, podemos, como disse certa vez o Jair Bolsonaro em campanha em MG, trazer o mar pra Minas, e, quem sabe, esticar até Passos e tentar a Marinha de novo.

    Ricardo Piantino – Passos/MG 

    Vitória do Sérgio Moro

     Depois da forte ameaça de Sergio Moro, deixar o governo, finalmente, o presidente recua e mantém no posto de diretor-geral da Policia Federal, o delegado Maurício Valeixo. Vitória de Moro, já que, Valeixo é de sua inteira confiança! Por enquanto, se encerra mais esse capitulo das confusões criadas pelo presidente, porque, infelizmente, aceita a péssima influencia pelos seus filhos! E de quebra, humilhava seu ministro da justiça, Sérgio Moro, que tem o dobro de aprovação nas pesquisas de opinião, que o próprio presidente... E, como mais um troféu das suas inconsequências, Bolsonaro, queria demitir o diretor-geral da Policia Federal. Que mais irritado ficou, quando Valeixo se recusou a indicar o delegado Alexandre Saraiva, para superintendência do Rio de Janeiro, em substituição a Ricardo Saadi. Que o chefe do Planalto, o qualificava de improdutivo, mesmo sabendo que com sucesso combatia a criminosa milícia que atua no Rio. A mesma que, seu filho Flavio Bolsonaro, quando deputado no Rio, chegou a contratar vários assessores parentes destes sanguinários milicianos. Estanho, não?!...

    Paulo Panossian – São Carlos/SP E-mail: paulopanossian@hotmail.com

    Juros abusivos

    É muito grande o número de ações em tramitação nos tribunais do país contestando os juros abusivos cobrados por bancos, instituições financeiras e, principalmente, cartões de crédito. A cobrança tem sido tão abusiva, chegando muitas vezes a 14% ao mês. A chamada Lei da Usura aprovada no Brasil pelo Decreto 22.626, de 7 de abril de 1933, limitava a taxa de juros ao ano e proibia o anatocismo. Quanto às instituições do sistema financeiro nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) fixou entendimento de que não se aplica a limitação de juros no valor de 12% ao ano através da Súmula 596. Resta, portanto, a todos aqueles que estão sendo cobrados por juros abusivos praticados pelas instituições financeiras recorrer ao Poder Judiciário para defesa de seus direitos.

    Marcos Tito - Belo Horizonte/MG 

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus