• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    16/09/2019 12h05 - Atualizado em 16/09/2019

    Leitor: Cenário

    Eu realmente não sei como as pessoas de bem pensam que seria ou que será a vida gerida por quem não manja de desenvolvimento humano. O ano que vem, 2020, financeiramente já está altamente (fatalmente) comprometido porque os problemas já estão em 2021 (o orçamento de amanhã é mais ou menos a previsão do hoje piorado). O desmonte o qual está sendo submetido o país e também as cidades ainda ocorre e não houve uma interrupção. Ao contrário, acelera-se todos os processos e os frutos maduros ainda virão porque ainda se planta. Os municípios e as pessoas irão sofrer os efeitos do desmantelamento estrutural e psíquico de um país e das cidades e é nesse cenário que teremos as eleições de 2020 e, na sequência, as gestões legislativas e executivas por todo o Brasil.

    Ricardo Piantino – Passos/MG 

    Irmãos Metralha

    Nunca antes neste país vimos um ex-presidente tão enredado em roubalheira quanto aquele que se intitula o “mais honesto” cidadão brasileiro. Os irmãos metralhas das HQ tornaram-se personagens reais com a denúncia (mais uma) de Lula da Silva e de seu irmão Frei Chico, que recebeu mesada de R$ 3 mil a R$ 5 mil por mês, de 2003 a 2015. Com mais esta denúncia, só os “babacas” podem vociferar “Lula livre”.

    José A. Muller – Avaré/SP

    Minha Casa

    Ótima notícia! Quando tudo parecia que milhares de residências do Minha Casa Minha Vida, em obras seriam abandonadas pelas construtoras, porque não estavam sendo liberadas as verbas pelo governo, um acordo salvador surgiu com a curadoria do Fundo de Garantia! E como solução para este grave problema, ficou acertado a liberação de R$ 26,2 bilhões, do FGTS, recursos esses dos trabalhadores, como publica o Estadão. E com um importante detalhe, os 10% de subsídios que o governo garante neste programa para a compra da casa própria, sem da onde tirar, será bancado agora 100% com os recursos do FGTS. E com isso, o Planalto, sem dinheiro até para o cafezinho, economiza, e permite a conclusão destas residências para as famílias menos favorecidas. E, tão importante quanto a provável entrega destas casas, é que esses recursos vão garantir milhares de empregos. Já que, para cada R$ 1 bilhão investido, 20 mil postos de trabalho são criados. Neste caso, com os R$ 26 bilhões, podem ser garantidos mais de 500 mil empregos. Certamente, esse lerdo governo poderia ter agido antes, assim como retardou a liberação do FGTS, e do PIS/Pasep para os trabalhadores, que somente a partir desta semana poderão ser sacados...

    Paulo Panossian – São Carlos/SP 

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus