• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    21/08/2019 09h18 - Atualizado em 21/08/2019

    Coluna de Minas: MoC tem pior índice de biometria

    O desembargador Rogério Medeiros, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, recebeu nesta segunda-feira, 20, do juiz Vitor Luiz Almeida, diretor do Fórum Eleitoral de Montes Claros, os dados sobre a biometria nos cinco municípios que formam a comarca montes-clarense, quando constatou que os indicadores montes-clarenses são os piores até agora, pois apenas 44,55% dos eleitores fizeram esse cadastramento. Patis teve o melhor indicador, com 79,5% dos eleitores. O presidente do TRE-MG acredita que Montes Claros vai conseguir alcançar mais de 200 mil eleitores, pois afirma que é comum deixar sempre para a última hora. Os dados mostram que dos 266.956 eleitores de Montes Claros, 118.731 já tinham feito a biometria, o que dá uma média de 44,55%. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

    Dengue em Divinópolis tem 345 confirmações
    Menos notificações e mais confirmações. O cenário da dengue em Divinópolis, após meses de apreensão, se estabilizou. Os dados atualizados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) apontam que, em uma semana, apenas seis suspeitas foram registradas. No entanto, apesar do baixo número de notificações, os casos em análise continuam apresentando resultados. Em sete dias, a secretaria confirmou mais 345 ocorrências da doença, totalizando 3.820 em todo o ano. A quantidade de notificações chegou a 4.522. Outros 296 registros ainda permanecem em análise. (Jornal Agora – Divinópolis)

    Cemig realiza mutirão de cortes por inadimplência
    A Cemig está realizando uma nova etapa de mutirões de cortes por inadimplência em diversas regiões mineiras, com o intuito de coibir os atrasos no pagamento das faturas de energia e recuperar R$ 400 milhões em receita. Nesta semana, as ações vão se concentrar em Varginha. Segundo o superintendente de Gestão da Receita da Distribuição, Hélton Diniz Ferreira, o corte é feito quando o cliente possui débitos com a companhia. Com o objetivo de reduzir a taxa de inadimplência, a Cemig está ampliando os canais de negociação e facilitando o pagamento das faturas em atraso. Atualmente, a empresa possui cerca de 5% de consumidores com alguma pendência financeira. (Correio do Sul- Varginha) 

    Reabertura da UTI depende de equipe
    A reabertura da Unidade de Terapia Intensiva (UTI Neonatal) da Santa Casa de Caridade de Formiga estava prevista para o início desta semana, o que não ocorreu. A dificuldade maior está em se encontrar profissionais da área que possam compor o quadro necessário para a escala de plantões diários e a previsão mais otimista aponta para o restabelecimento do atendimento na UTI Neonatal da Santa Casa de Caridade a partir do início de setembro. As informações obtidas dão conta de que até o preço a ser pago por plantão de 12 horas a cada médico intensivista (R$1,2 mil) já foi ajustado, havendo, inclusive, a promessa da Santa Casa de que tal remuneração vai ser paga à vista. (Jornal Nova Imprensa Formiga)

    “Mãos que falam” auxilia Guardas
    Guardas civis municipais de Poços de Caldas estão participando do projeto “Mãos que falam e ultrapassam fronteiras – Empatia”, desenvolvido pelo Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado Dr. Tarso de Coimbra, que atende estudantes surdos e com deficiência auditiva. O objetivo é superar as dificuldades de comunicação, auxiliando os guardas municipais durante as abordagens e na interação com o público surdo. A formação teve início na última quinta-feira, 15, e contempla três encontros, sendo o último totalmente prático, realizado ao ar livre, para simular uma abordagem da GCM nas ruas da cidade. O projeto celebra os 60 anos do Centro Especializado Dr. Tarso de Coimbra. (A Folha Regional- Muzambinho)

    Começa a Jornada do Patrimônio Cultural
    A 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais em Uberaba começou nesta terça-feira, 20. O tema da edição é Culinária e Patrimônio. Uberaba é um dos 500 municípios mineiros que participam do evento, através da Fundação Cultural de Uberaba e do Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba, o Conphau. A Jornada é promovida pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) desde 2009. As ações incluem seminários, palestras, rodas de conversa, feiras gastronômicas, exposições, entre outras. A proposta da 7ª edição é apresentar atividades que levem ao repensar do modo de fazer comida.
     

    21/08/2019
    8 / 1

    Coluna de Minas: MoC tem pior índice de biometria

  • Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus