• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    17/08/2019 06h00 - Atualizado em 16/08/2019

    Decisão de Toffoli faz Justiça de Passos liberar envolvidos na Sacripanta

    PASSOS – A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Dias Toffoli, que suspendeu todas as investigações que utilizem informações do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e da Receita Federal que não tiverem autorização da Justiça, teve reflexos ontem na Justiça de Passos e todos os detidos na operação Sacripanta, acusados de um desvio de mais de R$14 milhões na Prefeitura de Passos, tiveram a prisão suspensa.
     
    O caso ficou conhecido pela investigação de movimentações financeiras suspeitas do ex-assessor do senador Flavio Bolsonaro, Fabrício Queiroz. Na decisão, válida para todos os processos em tramitação no Brasil, Toffoli cita investigações do Ministério Público “sem supervisão judicial” e que a medida visa evitar “usurpação de competência do Poder Judiciário”.
    Matéria exclusiva para assinantes

    Faça já a sua assinatura, tenha o jornal impresso em sua casa ou dê de presente para quem você gosta e ganhe o acesso nas páginas digitais pela internet, ou seja: Versão Impressa + Digital.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus