• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    15/08/2019 09h11 - Atualizado em 15/08/2019

    Agroindústria artesanal terá assistência técnica

    SUPERINTENDENTE DO SENAR MINAS DESTACOU A IMPORTÂNCIA DO ATENDIMENTO A PEQUENOS E MÉDIOS ESTABELECIMENTOS RURAIS

    O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vai oferecer Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para agroindústrias de alimentos artesanais. Os técnicos especialistas que vão atuar na ação iniciaram na segunda, 12, o treinamento presencial na sede do Senar Minas, em Belo Horizonte.

     


    O projeto, que terá início em Minas Gerais, é uma parceria entre o Sistema CNA/Senar, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (Faemg) e o Senar Minas. Inicialmente serão atendidas 12 agroindústrias de embutidos e defumados e outras 12 de queijos artesanais.

     


    As ações de capacitação e assistência técnica e gerencial compõem um dos eixos temáticos do Programa de Alimentos Artesanais e Tradicionais do Brasil do Sistema CNA/Senar, que tem o objetivo de estimular a diversificação e agregação de valor aos produtos elaborados pelos pequenos e médios produtores rurais

     

    .
    Na abertura do treinamento, o superintendente do Senar Minas, Christiano Nascif, destacou a importância do atendimento a pequenos e médios estabelecimentos rurais para ajudar na formalização dos produtores rurais e na garantia da qualidade dos produtos artesanais e tradicionais.

     


    A assessora técnica da Diretoria de Assistência Técnica e Gerencial do Senar, Jessica Neri acompanha o treinamento em Belo Horizonte.

     


    “A metodologia de Assistência Técnica e Gerencial do Senar foi adequada considerando as características da agroindústria, como as boas práticas de fabricação. É importante lembrar que o produto artesanal carrega um forte fator cultural que deve ser respeitado”, observou.

     


    Os técnicos especialistas participam do treinamento presencial em Belo Horizonte até quarta-feira, 14. Hoje, 15, eles visitarão uma agroindústria de embutidos na Serra do Cipó e na sexta-feira, 16, será a vez de uma agroindústria de queijos na região do Serro, em Minas Gerais.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus