• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    12/08/2019 09h11 - Atualizado em 12/08/2019

    FLD: moda casual com estilo

    Com foco numa consumidora mais jovem, abaixo de 35 anos, as marcas vão se reinventando. O mercado de moda vai procurando nichos onde atuar, para compensar a diminuição das lojas

    Wagner Penna - Especial para a Folha

    A nova onda no mercado da moda mineira são as marcas bis, isto é, uma marca nova ligada à uma grife já consolidada - com objetivo de segmentar seu próprio mercado. O foco é a consumidora mais jovem, abaixo de 35 anos.


    É esse o perfil do mercado-alvo da marca FLD, lançada nesta semana em Beagá, com um desfile-degustação do seu verão 2020 e onde despontaram vestidos amplos e confortáveis, shorts, pantacours, blusas em vários modelos (é uma das peças-chave no ‘look’ do verão), macacões com decotes refrescantes, fendas, aberturas – enfim, uma coleção elogiada pela platéia, formada, em sua maioria, por consultores de moda. Aplausos!


    Enquanto a nova FLD dirige suas criações (resultado da parceria de Sabrina Costa + Antonio Diniz) para os jovens, a marca-mãe, Fleche d’Or, destina grande parte de suas coleções para a linha Festa, elaboradas a partir de pedidos. No caso da FLD, as vendas serão pela pronta-entrega. Ambas, para o atacado.


    Além da boa moda, a noite de lançamentos teve comes & bebes, encerrados com uma ‘paella’ valenciana no jantar – coordenado pela Marinês Costa. Tudo em grande estilo.

     

    VAIVÉM

    *A Coopermoda (cooperativa de corretores de moda que reúne boa parte desses profissionais),está com nova presidente, a Ivete Dantas. A presidente até aqui, Nalva Santos, saiu para merecida pausa. Em setembro, a entidade promove o BH-à-Porter, nos dias 16 e 17

    ***

    * As belas angels da Victoria’s Secret, com suas asas e modelos estonteantes, podem não desfilar neste ano. O diretor que criou os famosos desfiles da grife americana ( lingerie) pediu demissão. Foi ‘culpado’ por feminilizar demais a mulher atual, quando esta deveria ser fortalecida. Sem comentários

    PONTO-FINAL

    O mercado de moda vai procurando nichos onde atuar, para compensar a diminuição das lojas físicas, a entrada de grupos estrangeiros no nosso mercado, o custo Brasil e tudo mais. A novidade da semana é que, agora, as farmácias poderão ter espaços vendendo alimentos e... vestuário.  

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus