• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    27/06/2019 05h00 - Atualizado em 26/06/2019

    Reciclagem, papel, descarte

    Vanessa da Silva Reis - Especial para a Folha


     O uso do papel ainda é muito importante em todos os setores da economia brasileira. Processos, licenças, ofícios, cartões de visita, convites, monografias, artigos, revistas, encartes certidões, boletos, carnês, contas (água, energia, gás), enfim usamos papel demais. E o que é pior não os descartamos de forma adequada, o que impossibilita a reciclagem.
    A reciclagem de papel é um processo que contribui para economia de água, energia e diminui o acúmulo de lixo nas ruas e lixões.

    Papel

    A fabricação de papel se dá a partir da extração da celulose de árvores de eucalipto. São cortadas, limpas, picadas, passam por um processo de cozimento e a adição de produtos químicos. Essas árvores são geralmente de áreas de reflorestamento próprias para esta finalidade. Ou seja, gastamos árvores e água, muita água para fazermos papel.
    Para fazer um quilo de papel são necessários 540 litros de água ou para fazer uma folha de papel A4 são gastos 10litros de água. Esses números foram calculados para dimensionar e conscientizar as pessoas do real uso da água no processo de fabricação de papel.


    Descarte

    Papel engordurado, metalizado, plastificado, parafinado, vegetal, carbono, celofane, papel higiênico usado e guardanapo com restos de comida, precisam ter seu uso reduzido ou precisam ser descartados corretamente, porque não são reciclados.
    Os outros tipos de papéis embora reciclados têm o seu valor comercial pequeno e sua separação dificultada pelo descarte incorreto. Papéis deveriam ser separados na fonte geradora e encaminhados para usinas de reciclagem de papel.
    O papelão é atualmente o mais reciclado e mais coletado, devido à facilidade em relação aos outros tipos de papéis. Mesmo os que são reciclados tem um ciclo de reciclagem finito, devido à perda de fibras à medida que são processados para a reciclagem.
    Precisamos repensar o uso dos recursos naturais, dos produtos que advém deles e do destino que damos a estes produtos quando se tornam dispensáveis.
    Para a reciclagem ser eficaz precisamos do envolvimento e da conscientização de todos os envolvidos, nós, que fazemos uso do produto temos o dever de descartá-lo de forma correta. Facilitando a coleta, separação e destinação adequada.
    A educação ambiental precisa fazer parte do nosso dia a dia, pois muitas pessoas até sabem que deveriam descartar papéis de outra forma, porém muitas vezes não sabem como e aonde fazer isto.


    VANESSA DA SILVA REIS é Engª Ambiental em Passos. E-MAIL: vanessaambientalreis@gmail.com
     

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus