• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    25/06/2019 10h03 - Atualizado em 25/06/2019

    Leitor

    ... e as ruas voltaram a se manifestar!
    Como sabemos o grande pilar da democracia é a mais absoluta liberdade das pessoas se expressarem, relativamente ao que quiserem, tanto verbal, por escrito, de manifesto ou de outra forma desde que o façam sem ofensas, com ordem e sem qualquer tipo de violências como a que aconteceu na última campanha presidencial em que um dos candidatos sofreu um atentado a sua integridade física por meio de uma facada em meio a plena multidão.
    Duas grandes manifestações foram organizadas para que a população pudesse se expressar, relativamente ao momento político que estamos a viver. O passado mês de maio, foi escolhido para que grupos que não apoiam o atual governo, protestassem contra os cortes de verbas, na educação, que a atual administração, propõe para este ministério, como se isso fosse uma coisa absolutamente nova na vida do Ministério da Educação. Para que isso acontecesse, foram mobilizados verdadeiros batalhões de pessoas, muitas delas sem a menor conexão com o assunto, mas que participaram da manifestação, apenas e tão somente, para fazer número no contingente de descontentes com o evento em si!
    O mais grave, nessa manifestação, foi a falta de protesto contra a correlação entre o bilionário orçamento destinado à educação e os resultados que ela apresenta à educação. Ou seja, apesar do vultoso volume de recursos financeiros destinados à área, os resultados são tristemente grosseiros pois o número de alunos que não sabem ler, escrever ou fazer pequenos cálculos por mais simples que o sejam, nada tem a ver com o expressivo volume financeiro envolvido no processo educacional nacional!
    A segunda manifestação ocorreu em apoio às atuais propostas de governança que veio para as ruas também evidenciando insatisfações, mas apontando soluções, ainda que possam ser infundadas, mas que manifestava uma certa coerência com a proposta de quem se propôs mudar os caminhos que o Brasil vinha a trilhar!
    Houve reclamações contra a atuação dos políticos que agem como se vivessem em outra estrutura astral! As decisões do Supremo que nem sempre caminham na direção dos anseios da população. Pediu-se também apoio às reformas tão necessárias à sociedade porque a população cresceu muito, a longevidade aumentou muito e o dinheiro não aumentou como era desejado.
    E com essas manifestações a nossa democracia vai se consolidando como uma das mais solidas do mundo civilizado.

    Prof. Cícero Carlos Maia – Brasília/DF E-mail: artigosbsb@gmail.com

    Abuso de autoridade
    Membros de associações do Ministério Público (MP) e da magistratura dizem estranhar a “pressa” do Senado em implementar o projeto de abuso de autoridade. É evidente que não há nada de estranho nessa afobação. Parlamentares suspeitos de envolvimento na Lava Jato aproveitam a carona da discussão em torno do vazamento dos supostos diálogos entre o ministro Sérgio Moro e procuradores para amenizar do lado deles, isso todos sabem. Assim como não é nenhuma novidade que integrantes do MPF arvoraram-se paladinos da justiça no decurso da Lava Jato, ultrapassando seus próprios limites. A questão principal é que “abusos” podem acontecer, e acontecem, em qualquer dos Três Poderes da República e é em nome da harmonia entre eles que não se pode permitir favorecimento de um Poder em relação a outro. Portanto, a discussão do projeto de abuso de autoridade deve ser serena e bem refletida e não impelida a toque de caixa aproveitando o oportunismo do momento.

    Luciano Harary - São Paulo/SP  

    Mais sobre a editoria

    16 de Novembro de 2019
  • 14 de Novembro de 2019
  • 13 de Novembro de 2019
  • 12 de Novembro de 2019
  • 11 de Novembro de 2019
  • 09 de Novembro de 2019
  • 08 de Novembro de 2019
  • 07 de Novembro de 2019
  • 06 de Novembro de 2019
  • Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus