• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    18/06/2019 10h51 - Atualizado em 18/06/2019

    Além dos muros do Campus

    Lucas Oliveira de Jesus - Especial para Gerações

    Na Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e na Faculdade Atenas, discentes e docentes prestam importantes serviços gratuitos de saúde para a população, nas atividades de aulas práticas e nos projetos de extensão universitária. As ações executadas estabelecem uma importante relação entre sociedade e universidade e também colocam em prática os saberes, por meio de atendimento assistencial ou orientação em geral.
    Na Faculdade Atenas, situada no bairro Jardim Colégio de Passos, os estudantes do curso de Medicina, por meio da disciplina de Interação Comunitária, fornecem atendimentos assistenciais em praças do centro da cidade e atividades coletivas no lar de idosos de Passos. Além disso, na Liga Acadêmica de Saúde da Criança e do Adolescente (associação sem fins lucrativos, que busca complementar a formação do estudante) os alunos desenvolvem ações junto às creches, centros municipais de educação infantil (Cemeis) e escolas municipais, realizando atividades lúdicas, musicais e teatrais que abordam a promoção da saúde integral, nos temas de alimentação saudável, higiene e vacinação, entre outros. 
    Para a estudante Larissa Reis, que é diretora cientifica da Liga, o objetivo é ampliar o conhecimento dos universitários em assuntos relacionados à criança e ao adolescente promovendo informações e atividades relacionadas ao tema. “Com nossas ações, futuramente, no âmbito das crianças e dos adolescentes, queremos estender nossos saberes à prática auxiliando-os em Passos. Os impactos das atividades são sempre ligados às crianças e aos adolescentes e acreditamos que, ao impactar esse público, também impactaremos suas famílias e seus responsáveis”, afirmou. 
    As consequências dessas realizações são extremamente positivas, especialmente em relação à ampliação do acesso às informações de saúde para a população. Segundo a assessora acadêmica da faculdade, Vanessa Queiroz, todas as ações realizadas fora da sala de aula seguem linhas de atuação definidas como prioritárias pelo Ministério da Saúde, sendo coerentes com o perfil epidemiológico de adoecimento da sociedade. Desse modo, o objetivo principal dessas ações é promover a saúde da população. Além das atividades realizadas, a Faculdade Atenas promove a saúde pública e favorece a população com bolsas integrais destinadas aos munícipes e programas de estágio nos setores de saúde da cidade.

    Horta sensorial e orientação nutricional

    Com diferentes cursos na área de saúde, a Uemg também oferece a extensão universitária, formada pelo conjunto de atividades acadêmicas de alunos e professores junto à sociedade. As alunas Ana Beatriz e Mayara Mendes, estudantes de Nutrição, desenvolveram na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) uma horta sensorial com pedras, vegetais com texturas, fitas de cetim, cores e desenhos, para os alunos com autismo. O projeto desenvolvido como Trabalho de Conclusão de Curso das estudantes contribui para a Apae cumprir seu objetivo de fornecer melhores condições de vida ao portador de deficiência. Para Ana Beatriz, “a importância da horta é levá-los para um ambiente fora da sala de aula e oferecer um conhecimento maior sobre alimentação saudável vinda da horta, tudo isso em forma sensorial”. 
    O curso de Nutrição da Uemg possui ainda o Centro de Atendimento Nutricional (CAN), onde é fornecida orientação nutricional gratuita para todas as faixas etárias. A professora Vivian Freitas B. Silveira, responsável pelo CAN, explica que “o projeto realiza avaliação do estado nutricional, aconselhamento, cálculo de dieta quando necessário e, principalmente, a orientação para reeducação alimentar, para uma alimentação mais saudável”. As consultas individuais são realizadas por estudantes do curso, sob a supervisão de professores. Mediante o resultado do estado nutricional, principalmente com relação ao percentual de gordura corporal, são traçadas as estratégias nutricionais, considerando as necessidades e possibilidades de cada paciente. 
    O estudante de Nutrição Jefferson da Silva, que já é formado em Enfermagem, atua como estagiário do CAN e ressalta: “Hoje, uma consulta com um nutricionista na cidade custa em torno de R$ 150, com retorno. Aqui, nós realizamos um serviço sem custo nenhum para a comunidade.” A jovem Laureane Monteiro, 23 anos, é paciente do CAN desde novembro de 2018 e se sente satisfeita com o atendimento. “Eles são muito atenciosos, além de auxiliar na formação dos estudantes, favorecem a população”, destaca a usuária do serviço. No CAN funciona ainda o Núcleo de Apoio à Criança com Obesidade (Naco) onde são desenvolvidas diversas atividades de educação nutricional, incluindo oficinas culinárias e apoio psicológico. O CAN está localizado na Rua Sabará, 164, e os interessados podem procurar o local de maneira espontânea ou por meio de encaminhamento médico.

     

    Referência em IST, Aids e hepatite

    Já com 26 anos de existência, o Ambulatório Escola da Uemg (Ambes) atua, por meio de parceria com a Prefeitura de Passos, na prevenção e no tratamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), HIV/Aids e Hepatites Virais. Com uma equipe multidisciplinar de profissionais da universidade e estudantes estagiários, o Ambes se tornou referência regional. 
    O serviço possui o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que realiza aproximadamente dois mil testes de HIV anualmente; o Serviço de Atendimento Especializado (SAE), que provê atendimento profissional a mais de 450 pessoas que vivem com HIV e 350 pessoas em acompanhamento de Hepatites Virais; e uma Unidade Dispensadora de Medicamentos (UDM), responsável pela entrega e controle de medicamentos antirretrovirais e para ISTs em Passos e região. 
    O Ambes realiza e promove esses serviços para a população de forma gratuita atendendo 18 municípios da região. Uma das enfermeiras da equipe, Camilla Borges, afirma que “desde quando foi criado o ambulatório, ele possui cunho acadêmico, tanto na realização de estágios remunerados, voluntários ou obrigatórios da universidade, como também na realização de pesquisas cientificas para qualificar o serviço, sendo fundamental para o funcionamento do serviço e para a comunidade”.

    Construção com tijolos ecológicos

    Na área de infraestrutura, os estudantes também têm a possibilidade de contribuir com a população. Na Uemg, em uma parceria com a ONG Engenheiros Sem Fronteiras, alunos de Engenharia Civil realizaram o projeto Tijolo Ecológico, com o intuito de criar um modelo de moradia social que seja replicável e escalável. Além da participação de diversos estudantes, a universidade cedeu os laboratórios para os ensaios de resistência dos tijolos. 
    Com apoio de empresas privadas, o projeto Tijolo Ecológico foi iniciado em maio de 2018 na Apae de Pratápolis e tem previsão de conclusão no fim deste semestre. Segundo explica o estudante de Engenharia Civil da Uemg e diretor de projetos da ONG Engenheiros Sem Fronteiras, Jefferson Hinz, “a ONG é constituída de diversos núcleos espalhados em todo o Brasil e particularmente o corpo do nosso núcleo é constituído por quase 100% de alunos. Observamos a importância de aplicarmos o conteúdo aprendido na faculdade em prol de toda a comunidade. Já desenvolvemos projetos em diversos setores e temos a intenção de continuar a investir naqueles que são esquecidos”. 
    A maioria das iniciativas e projetos que contribuem para a vida das pessoas é realizada de forma totalmente voluntária, evidenciando, assim, o interesse do estudante em colaborar para a sociedade e a importância das universidades para Passos e região. Confira na próxima edição do GR outros temas de projetos acadêmicos com serviços gratuitos para a população.
     

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus