• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    07/05/2019 06h00 - Atualizado em 07/05/2019

    Prorrogação de mandato diverge opiniões

    Adriana Dias
    PASSOS - Sob a alegação de cortar custos e alinhar as diretrizes orçamentárias de municípios e Estados com a União, uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) sugere a prorrogação do mandato de prefeitos e vereadores em todo o país, até 2022 — pelo calendário atual, o mandato desses políticos termina no ano que vem. Presidentes de partidos de Passos comentam sobre a sugestão e dividem opinião.
     
    O projeto do deputado federal Rogério Peninha (MDB-PR) afirma que tal proposta pretende gerar uma economia de R$1 bilhão no próximo ano, apenas em relação o primeiro turno, caso as eleições de 2020 não aconteçam segundo as previsões do parlamentar. 
     
    Pela redação da PEC 56/2019, as eleições municipais seriam canceladas no ano que vem, prorrogando o mandato dos atuais prefeitos por mais dois anos. Em 2022, haveria apenas uma eleição para os cargos de presidente, governador, senador, deputados, prefeito e vereadores. 
    Matéria exclusiva para assinantes

    Faça já a sua assinatura, tenha o jornal impresso em sua casa ou dê de presente para quem você gosta e ganhe o acesso nas páginas digitais pela internet, ou seja: Versão Impressa + Digital.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus