• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    18/04/2019 08h07 - Atualizado em 18/04/2019

    Ponte Alta recebe festa de tropeiros

    Expectativa é que mais de 5 mil pessoas prestigiem evento que será realizado neste sábado, 20, no distrito da babilônia em delfinópolis. festividade vai acontecer das 11h às 18h

    Adriana Dias - Da Redação

    O Circuito Sul Mineiro de Queima do Alho 2019 teve início no último dia 7 de abril, em São José da Barra, e, no próximo sábado, 20, será realizada a 2ª edição de Ponte Alta, no Distrito da Babilônia, em Delfinópolis. O distrito conta com mais de 1.500 moradores e neste dia as comitivas de várias cidades vão servir alimento de qualidade e festa até o anoitecer na praça da Matriz Nossa Senhora das Dores.
     A programação do evento no Sul de Minas está prevista para ir até o final deste ano, em 1º de dezembro com a primeira festa em Passos. Dentre as atrações já para o evento na Ponte Alta, estão confirmados os cantores Peão Carreiro e Silvano; Olavo Sanfonista; Gonzaga; Turquinho Violeiro e Cleiton Prado. A entrada é um quilo de alimento não perecível. As doações serão feitas às entidades Grupo de Apoio aos Pacientes com Câncer (Gapop) e Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Passos.
     De acordo com um dos organizadores da 2ª Queima do Alho da Ponte Alta, o servidor público Claudinei Pereira, da Comitiva Cabresto de Couro, que conta com o apoio de sua esposa, Kátia, e vários amigos que gostam de participar desse estilo de evento, a festa terá início às 11h e segue até as 18h.
      “Nós vamos receber cerca de 30 comitivas que participam do circuito da Queima do Alho no Sul de Minas, além das comitivas da região de Delfinópolis. Vai ter comida típica de tropeiro servida de graça para a população. As únicas exigências que fazemos é que cada participante leve um quilo de alimento não perecível”, disse Pereira.
     O evento vai contar com shows regionais e terão a locução de Tecsano em parceria com o locutor oficial do evento, Tidi Carreiro.
     As festas da Queima do Alho se tornaram verdadeiros pontos de encontro entre pessoas de todas as idades. São momentos de confraternização para trocar experiências, fazer doações, e, claro, contar “causos”, apreciar a saborosa comida mineira e ouvir a verdadeira música caipira de raiz, que por tantos anos embalaram os tropeiros em suas longas jornadas na lida com o gado ou no transporte de mantimentos.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus