• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

       
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    12/04/2019 10h28 - Atualizado em 12/04/2019

    Coluna de Minas

    Da Redação
    Mudança na lei para comércios de carnes 
    Entre os projetos discutidos e aprovados na reunião da Câmara nesta semana, os vereadores analisaram proposta de modificação na Lei nº 5.025, de 4 de setembro de 2015, que regulamenta ações de inspeção em estabelecimentos de carnes e pescados em Muriaé. Uma proposição aprovada na Casa revoga a exigência destes estabelecimentos possuírem cores claras em suas paredes, passando a exigir que os ângulos entre as paredes, pisos, tetos ou forros tenham espaço de fácil higienização. Segundo o vereador Prof. Júlio Simbra, o objetivo desta mudança é adequar a lei municipal às regulamentações de âmbito nacional expressas pela Anvisa. (Gazeta de Muriaé) 
     
    Estrutura de Parque 
    é inadequada
    O Parque do Jacarandá, zoológico municipal, tem estrutura inadequada para abrigar os animais. A constatação é do médico veterinário Cláudio Yudi Kanayama, responsável pelo setor de silvestres do Hospital Veterinário de Uberaba. O profissional acompanhou uma vistoria no local, realizada em janeiro pela Polícia Militar do Meio Ambiente, após denúncia de maus-tratos aos animais. De acordo com o médico, conforme consta no boletim de ocorrência, “o local possui diversas alterações negativas, principalmente nos indicadores nutricionais e de conforto, podendo implicar permanentemente ao longo do tempo na saúde dos animais ali expostos. (Jornal da Manhã- Uberaba) 
     
    São Lourenço sedia a competição Grampér
    Cidades do Circuito das Águas vão ser o trajeto da grande competição Grampér – Circuito das Águas. A prova é a mais nova e desafiadora competição de ciclismo de estrada do Brasil, que vai reunir atletas amadores e profissionais numa das regiões mais propícias à prática do ciclismo de estrada. Muitas subidas, poucos planos e a oportunidade de pedalar em uma região muito arborizada, com lindas paisagens e um ótimo asfalto, assim está sendo divulgada a competição, que ocorre no dia 16 de junho e, além de São Lourenço, passa por estradas das cidades de Caxambu e Pouso Alto. (Jornal Correio do Papagaio- São Lourenço) 
    Rodoviários 
    ameaçam parar 
    Cobradores e motoristas da viação Goretti Irmãos Ltda (Gil) ameaçam paralisar suas atividades se, nas próximas semanas, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) dos trabalhadores não for depositado. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sinttro), que representa a categoria, denúncias sobre a falta dos pagamentos, previstos na Constituição, chegaram ao sindicato. A informação é que a empresa não estaria pagando o FGTS – que corresponde a 8% do salário e deve ser depositado mensalmente – desde meados de 2018. (Tribuna de Minas- 
    Juiz de Fora) 
     
    Licenciamento 
    Ambiental é aprovado
    Os membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental aprovaram com oito votos a favor, uma abstenção e um contra o licenciamento da área que vai ser reassentada o novo distrito de Paracatu. O novo distrito vai ser construído no terreno Lucila, escolhido pelos moradores. Ações como loteamento do solo urbano, pavimentação, estação de tratamento de água e esgoto e aterros para disposição de materiais vão ser feitas no novo distrito. De acordo com Patrícia Lolis, gerente de reassentamentos da Fundação Renova, a votação foi uma etapa quase final no processo para iniciar o alvará urbanístico, que é o próximo passo. (Portal da Cidade- Mariana)
     
    Alunos sofrem com falta
    de transporte escolar
    A Prefeitura de Montes Claros cortou o serviço de transporte escolar nos conjuntos habitacionais Monte Sião 1, 2, 4, Minas Gerais e Recanto das Águas, obrigando mais de 500 alunos a andarem por uma hora para chegar à escola mais próxima. Com o desgaste e o risco que têm que enfrentar diariamente para percorrer o trajeto – pois precisam passar em meio a um matagal –, muitos acabaram abandonando as salas de aula. Moradores estão revoltados com a falta do transporte escolar, que era oferecido até o ano passado pelo município. (Jornal O Norte- Montes Claros) 
    12/04/2019
    8 / 1

    Coluna de Minas

  • Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus