• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    24/03/2019 05h50 - Atualizado em 25/03/2019

    Circuito turístico da região participa de encontro em BH

    Reunião é uma realização da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), em parceria com o Serviço de Apoio a Pequenas e Médias Empresas (Sebrae) e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo

    Da Redação
    PASSOS - O Circuito Turístico Nascentes das Gerais e Canastra, juntamente com o Circuito Montanhas Cafeeiras de Minas, participou, no último dia 21, do Encontro das Instâncias de Governança Regionais do Turismo de Minas Gerais, em Belo Horizonte. O encontro é uma realização da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), em parceria com o Serviço de Apoio a Pequenas e Médias Empresas (Sebrae) e a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo.
    Participaram do evento, representando o Circuito Nascentes das Gerais, o gestor Kleyber Jorge da Silveira, o vice-presidente Luiz Carlos de Pádua e o secretário-executivo José Carlos Faria; e do Circuito Montanhas Cafeeiras, o presidente Bruno Tripolini Balista e a gestora Teresa Lemos.
    De acordo com Silveira, na oportunidade, foi apresentado a todo o público presente o novo secretário de Estado de Cultura e Turismo, Marcello Matte, sendo que ele mesmo foi o responsável por realizar a abertura oficial do evento, dizendo que os Circuitos Turísticos de Minas Gerais serão um braço direito junto à administração e os projetos que ele possuiu.
      “Marcello Matte ainda enfatizou que o setor turístico deve ser valorizado, pois é um dos que mais gera economia dentro do Estado de Minas Gerais, e finalizou sua fala dizendo que sua meta é inserir Minas Gerais como Estado mais visitado do Brasil até 2020”, contou Silveira.
    Durante o evento, vários tópicos foram abordados referentes a projetos de desenvolvimento turístico e também políticas públicas no cenário estadual e federal. Durante o evento, os representantes do Circuito Turístico Nascentes das Gerais e Canastra fizeram um convite formal ao novo Secretário, para que o mesmo possa vir conhecer de perto a realidade do turismo da região.
    Foram solicitados apoios em vários projetos integrados, tais como: sinalização turística, tanto rodoviária quanto dos atrativos em geral; cursos de capacitação, estruturação e sustentabilidade dos Circuitos Turísticos e ainda programas de marketing, dentre outros.
    Durante o encontro, foi muito questionado também o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Turístico, uma das grandes conquistas dos últimos anos. “Quem trabalha acreditando no turismo e em consonância com seu circuito turístico será recompensado com um recurso a mais. Aqueles que correram para cumprir prazos e batalharam durante os últimos anos para fomentar o turismo em suas comunidades são merecedores desse recurso”, reconheceu Kleyber Silveira.
    Durante o evento, Milena Soares, representante do departamento de Negócios Turísticos da Fecomércio de Minas Gerais, apresentou a estratégia de fortalecimento do comércio pelo turismo com fontes de financiamento, qualificação, aquisições e serviços. “O turismo é um segmento que traz imediatamente aumento das vendas com pouco ou quase nada de investimento financeiro inicial, mas o comércio deve estar qualificado para atender a esse publico”, disse Milena.
    A representante levou sua equipe técnica do sistema S (Sesc, Senac) para mostrar o que já está disponível para todos os municípios dos Circuitos Turísticos desenvolverem a atividade turística responsável.
     
    Turismo social
    O Sesc desenvolve o turismo social, funciona como uma agência de turismo que proporciona aos seus clientes viagens de experiência. Seus pacotes diferenciados do tradicional propõem uma forma de apresentar o destino turístico pelos atores da comunidade. São recepcionados pelos moradores da cidade e conhecem a cultura e patrimônio locais, levando recursos financeiros diretamente ao cidadão.
    Já o Senac vem com dezenas de cursos na área de gastronomia, meios de hospedagem e hospitalidade. Para chegar ao pequeno município, existe o Senac Móvel “Educação em Movimento”, 12 carretas-escola adaptadas para promover, palestras, oficinas e atendimentos com a mesma qualidade das unidades fixas nos grandes centros.
    De acordo com o vice-presidente do Circuito, Luiz Carlos de Pádua, a política pública do turismo em Minas Gerais é construída com a participação de lideranças tanto do poder público como da iniciativa privada, em todas as regiões do Estado. 
    “Temos um Estado muito grandioso e o turismo cresce à medida que desenvolvemos uma política regionalizada. Essa atividade gera renda e emprego no mundo todo. Em Minas Gerais, não pode ser diferente. Os circuitos estão caminhando para a consolidação da atividade como fonte de renda para Minas Gerais e não podemos mais possuir municípios fora desse programa de regionalização”, frisou.
    Hoje, o Circuito Turístico Nascentes das Gerais e Canastra conta com a participação de 18 municípios associados, sendo eles: Passos, Itaú de Minas, Pratápolis, Cássia, Ibiraci, Delfinópolis, Claraval, Itapira, São João Batista do Glória, São José da Barra, Carmo do Rio Claro, Alpinópolis, Capitólio, Guapé, Piumhi, Vargem Bonita, Ilicínea e São Roque de Minas.
    Participaram do Encontro presidentes e gestores de 38 Associações dos Circuitos Turísticos Mineiros.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus