• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    15/02/2019 08h59 - Atualizado em 15/02/2019

    Leitor

    Maria Aparecida Pereira Baldini ? Passos/MG E-mail: vovobaldini@hotmail.com
    Mamando nos subsídios
    Em entrevista ao Estadão, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, diz que é contra o corte de subsídios ao setor, como pretendido pela equipe econômica do governo, já que, também é produtora agrícola...  E para justificar a defesa de continuar mamando nas tetas dos subsídios, que tem prejudicado o equilíbrio fiscal nestes últimos anos, diz que o setor agrícola responde por 20% do PIB nacional.  É verdade! E, certamente todos nós brasileiros estamos aplaudindo essa competência e produção de alimentos no campo!  Ora, nem por isso justifica para esse setor, felizmente, hoje rico, ficar choramingando subsídios! Assim como tem sido ruim para o País, o corporativismo da bancada ruralista, que tem conseguido aprovar no Congresso, benesses para o setor, como do perdão de dividas, refis, etc. Aliás, corporativismo esse hoje muito parecido com os dos servidores federais sedentos por privilégios...  Muito melhor seria para esta ministra se demonstrasse sua preocupação com o monstruoso déficit fiscal, herança maldita do PT, e ser mais uma voz a abraçar  o fim, ou redução da maioria dos subsídios como ocorre para diversos setores da atividade econômica! Que geram uma redução de arrecadação acima dos R$ 200 bilhões por ano.  E quem paga essa azeda e nefasta conta são os 210 milhões de brasileiros. Mesmo porque, devido a essa literal orgia com recursos dos contribuintes, hoje o Brasil, apresenta o caos na saúde, uma educação pública sem qualidade, falta de saneamento básico, e até o caos nas estradas, ferrovias, portos, hidrovias, que poderiam já estar transportando a um custo menor a produção nacional, incluindo principalmente a agrícola!  
    Essa é a grande verdade!  Porém, está mais do que na hora do empresário brasileiro se desgarrar, ou desmamar das tetas do governo!  Já que, esses bilhões de reais sugados do erário em subsídios, já teriam há tempos garantido o nosso desenvolvimento econômico e social...  
     
    Paulo Panossian - São Carlos/SP 
    E-mail: paulopanossian@hotmail.com
     
    O amor conjugal
    O amor conjugal é a flor de todo o universo
    O homem é um ser com a imagem yang de Deus, e a mulher é um ser com a imagem ying de Deus. Um casal é como um arranjo do Céu e da Terra em um tecido. Assim, eles podem sentir o coração do amor ideal de Deus. (13-67, 17.10.1963) S.M.Moon
    Deus é um ser com características duais alinhadas verticalmente e os seres humanos são seres físicos com características duais alinhadas horizontalmente. Como tal, o ideal do esposo e da esposa é que eles formem uma unidade e adquiram uma forma completamente arredondada como uma massa; servindo como a matriz para lançar e aderir o ideal de amor nas quatro direções de norte, sul, leste e oeste as quais possuem a forma das quatro naturezas internas. (127-79, 5.5.1982) S.M.Moon

    Mais sobre a editoria

    23 de Maio de 2019
  • 21 de Maio de 2019
  • 20 de Maio de 2019
  • 17 de Maio de 2019
  • 15 de Maio de 2019
  • 13 de Maio de 2019
  • 10 de Maio de 2019
  • 09 de Maio de 2019
  • 08 de Maio de 2019
  • 07 de Maio de 2019
  • Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus