• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    12/02/2019 05h50 - Atualizado em 12/02/2019

    Vale do Céu ganha pista de bike

    Da Redação
    PASSOS - A  pista de bike Vale Adventure Canastra foi inaugurada no último sábado, 9, no Recanto Ecológico Vale do Céu, em Delfinópolis. A iniciativa é uma parceria do recanto Vale do Céu com a empresa Tour the Bike Vale Adventure Canastra.
    A inauguração começou às 8h, com café da manhã, e contou com um workshop antes da abertura oficial. Jefferson Spimpolo e Aline Simões, campeões na modalidade mountain bike, marcaram presença no evento, contando um pouco de suas trajetórias com o ciclismo. Além disso, cerca de 50 pessoas, entre 25 e 30 ciclistas, de Campinas, Rio Preto, Passos, São João Batista do Glória, Delfinópolis, Ribeirão Preto e Batatais participaram da inauguração. 
    Mais uma atração para o Vale do Céu, a pista  tem dois trajetos, um de 2,5 quilômetros e outro de 5,5 quilômetros, sendo no estilo XCO, tipo cross country olímpico. Segundo o presidente do Conselho Municipal de Turismo de São João Batista do Glória (Comtur), Márcio Aurélio Augusto, o conhecido Supla, a intenção é fazer um pacote, onde o turista paga o almoço, a cachoeira e o passeio de bike. 
    A ideia de criar a pista partiu de Alexandre Galo, um ex-competidor de cicloturismo da Tour the Bike, que visitou a região recentemente e ofereceu a oportunidade para o gerente do Vale do Céu. 
    Supla comentou que a pista é uma oportunidade para as pessoas treinarem para os famosos campeonatos que acontecem 
    na região. 
    “Tem várias pessoas que vêm treinar na nossa região por conta das características; aqui, a gente tem de três a quatro tipos de trecho que se encontram no Brasil inteiro. Para treinar aqui, é ótimo, o pessoal que vem andar aqui é alto nível”, explicou Supla. 
    Como o local recebe muitos visitantes, a expectativa é que o movimento atinja a pista também e instaure um turismo de natureza de alta qualidade. 
    “O que acontece nos finais de semana é que a gente tem nos atrativos uma boa visitação. Vamos falar de um Paraíso Perdido, Maria Augusta, Vale do Céu, estão sempre com sua capacidade máxima, a media é de 200 a 300 visitantes”, comentou o presidente. 
    Supla finalizou dizendo que o objetivo é aproveitar a pista para fazer uma competição no futuro, com uma ou duas voltas. 

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus