• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    17/01/2019 09h23 - Atualizado em 17/01/2019

    Poda de árvore causa grande revolta aos moradores do bairro Centro

    Fabio Henri
    Na manhã desta última quarta-feira, 16, a Folha recebeu uma reclamação de que uma enorme árvore que fica em um terreno na rua Etiópia, de frente ao número 70, quase esquina com a avenida Arouca, no bairro Centro, estava sendo podada. Conforme o reclamante, as árvores são grandes e faz muito tempo que estavam presentes no local, e esse fato o deixava bastante triste. “Eu moro próximo desse lugar tem anos e sempre achei essa árvore tão bonita! É revoltante ver uma parte da natureza sendo desmatada. Toda a vegetação dessa região foi removida. Não entendo o motivo. Quando eles removeram, muitos animais saíram dos galhos desesperados”, lamentou.  Com isso, a  reportagem compareceu até o local para verificar o caso. Assim que chegou lá, verificou que realmente toda a vegetação estava sendo retirada do local e, para entender o caso,  a reportagem conversou com os funcionários que faziam a poda, e foi informada de que o procedimento que estava sendo realizado no local era legalizado. Em entrevista, alguns moradores da região informaram que não estavam satisfeitos com a atitude que estava sendo tomada na hora e que estavam com receio de que o ato fosse irregular. Uma das entrevistadas disse que, mesmo se a Prefeitura estivesse ciente, ela não estaria de acordo. “Sabemos que quando não é legalizado, a poda de árvore não é legal. Mas, mesmo se a Secretaria do Meio Ambiente de Passos tiver aprovado e ciente disso, me deixa muito revoltada. Sabemos que há muito desmatamento e aqui nesta cidade não é diferente. Espero que, ao menos, o proprietário dessa área, pois acredito que não seja da Prefeitura, possa plantar outras mudas para substituir essa. Porém, não vai adiantar nada, porque até elas crescerem, levaria anos”, finalizou.
    Resposta:
    A assessoria de comunicação da prefeitura informou que  Márcia Sulmonetti, diretora de Meio Ambiente, alegou que o terreno, cuja calçada a árvore está localizada, vai ser construído um empreendimento. E acrescentou que o engenheiro da obra constatou que as raízes da árvore, por estarem superficiais, iriam atrapalhar a fundação da obra. Com o compromisso de replantar árvores apropriadas no local, foi autorizado o corte. A condicionante imposta pela prefeitura foi o replantio para a obtenção do habite-se.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus