• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    26/12/2018 10h40 - Atualizado em 26/12/2018

    Coluna de Minas

    Rede de notícias do Sindijori MG
    Impeachment e IPTU têm data de votação
    Divinópolis deve sediar sua última reunião extraordinária deste ano com dois temas polêmicos: o impeachment do atual prefeito, Galileu Machado (MDB), e a nova proposta do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A votação acontece na quinta-feira, 27, às 9h, na Câmara Municipal. A cassação do mandato tem como base as negociações de cargos na Prefeitura pelo prefeito Galileu Machado (MDB), investigadas na CPI dos áudios.O novo projeto do IPTU tem gerado polêmica e visa atualizar a planta de valores, para ter validade já a partir de 2019. (Jornal Agora – Divinópolis)
     
    Câmara de Varginha devolve R$3,4 milhões
    O Poder Legislativo de Varginha devolveu um valor significativo ao Executivo em 2018. Ao final do ano, retornaram aos cofres públicos R$ 3.465.000,00, dos R$ 10.000.000,00 destinados ao custeio da Câmara. O montante foi oficializado com o encerramento do balanço das movimentações financeiras realizadas durante o ano. Para o presidente da Casa, vereador Leonardo Ciacci, o número representa eficiência administrativa dos vereadores do município. (Correio do Sul – Varginha)
     
    Em Uberlândia, 
    devolução foi de R$5,2 mi
    O presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, em exercício, Luiz Antônio de Oliveira (PSDB) realizou uma sessão na Casa de leis de prestação de contas do biênio que esteve à frente da gestão (2017 – 2018). Foi apresentado um relatório que resulta em uma economia total de R$ 5.250.000 nos últimos 23 meses e os valores foram devolvidos ao Executivo Municipal. A expectativa dos vereadores é de que a Prefeitura utilize os recursos para a construção da nova sede da Câmara Municipal. (Gazeta do Triângulo)
     
    Sem Samu, helicóptero vai para Bombeiros
    O helicóptero que atenderá ao Samu Regional Triângulo foi entregue pelo governo de Minas. A aeronave, por enquanto, será utilizada por operações de resgate e para atendimento de transporte de órgãos, mas ainda não há previsão para a entrada em funcionamento do Samu Triângulo Sul. O novo helicóptero atenderá Uberaba e região na prestação de serviço aeromédico especializado, operação de busca, resgate, salvamento, transporte de órgãos, além do apoio ao futuro Samu Regional.  (Jornal da Manhã – Uberaba)
     
    Cesta básica e carnes encerram o ano em alta
    P Procon/Poços divulgou no final de semana, 21, a pesquisa mensal de preços dos itens que compõem a cesta básica. Foram pesquisados nove supermercados locais. Os preços subiram 0,87% em relação a pesquisa realizada 23 de novembro passado. No acumulado do ano, a alta é de 1,33%. Os itens que subiram foram maçã fuji (R$ 0,95), açúcar cristal de cinco quilos (R$ 0,71), ovos brancos dúzia (R$ 0,40) e feijão (R$ 0,31). O órgão  defesa do consumidor pesquisou também  preços das carnes, que no acumulado do ano tiveram alta de 3,86%. (Jornal da Cidade – Pços de Caldas)
     
    Presídio Regional terá escâner corporal
    O Presídio Regional de Montes Claros foi contemplado com um instrumento que vai reduzir a entrada de objetos proibidos no local e evitar a continuidade delitiva dos encarcerados: um escâner corporal, que emite feixes de Raios X e é capaz de inspecionar o corpo humano, dispensando que as pessoas se dispam. O equipamento elimina a necessidade de revistas íntimas vexatórias e agiliza a vistoria dos visitantes. (Jornal de Notícias – Montes Claros)
     
    Falta do 13º reduz 
    valor das compras 
    Correr atrás dos presentes de Natal está duplamente mais difícil esse ano. Primeiro, porque muitos juiz-foranos, especialmente os servidores do Estado e da Prefeitura, estão sem receber o 13º salário. Segundo, porque o calor não está dando trégua. A poucos dias para a data mais esperada do ano para o comércio varejista, a movimentação nas ruas – e nas lojas – aumenta na mesma proporção que a temperatura marcada nos termômetros digitais encontrados em cada esquina. A expectativa tanto do Sindicato do Comércio (Sindicomércio) quanto da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) é de que as vendas cresçam de 3% a 5% este ano. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus