• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    06/11/2018 07h43 - Atualizado em 06/11/2018

    Novo membro é empossado na Associação Paraisense

    eneida Maria Dionízio Pádua é a atual Mestre de Cerimônias da APC. Já era membro honorário da academia desde 11 de abril de 2018. Possui graduação em letras e pedagogia e é especialista em Metodologia

    Ivan Maldi - Especial para a Folha

    No dia 3 de novembro aconteceu a posse de Eneida Maria Dionísio Pádua como membro efetivo da Academia Paraisense de Cultura. Passou a ocupar a cadeira de numero 34 e tem como patrono o escritor e professor Elias José, natural de Guaxupé.
     Eneida Maria Dionízio Pádua é a atual Mestre de Cerimônias da APC. Já era membro honorário da academia desde 11 de abril de 2018. Possui graduação em letras e pedagogia. Especialista em Metodologia e Didática do Ensino e em Supervisão e Administração Escolar. Foi professora e, atualmente, é vice-diretora da Escola Municipal Interventor Noraldino Lima e Coordenadora Pedagógica da Rede Municipal. A acadêmica Linah Biasi foi a Mestre de cerimônias.
    A mesa diretora foi composta pelo presidente André Luís Mirhib Cruvinel, a vice-secretária Maria Rita Preto Miranda e o tesoureiro Rômulo Aguiar Generoso.
    O hino da APC foi cantado e acompanhado por Miriam Lauria Mantovani. O presidente fez a abertura da sessão. A mensagem exordial foi proferida pela acadêmica e escritora Bernadete Aguiar, onde declamou um poema do patrono, Elias José.
    A leitura do currículo de Eneida se deu pelo escritor e acadêmico Reynaldo Formaggio Filho. O músico e acadêmico Clarindo Anacleto de Pádua Netto entrou com a sua esposa, a nova acadêmica. A filha da acadêmica, Andressa Dionísio Pádua, entrou com a beca.
    O presidente acompanhado da escritora e acadêmica Dalila Mirhib Cruvinel colocaram a beca na nova acadêmica. O presidente entregou o certificado de posse a nova integrante. Eneida fez a defesa do patrono e, depois, foi convidada a assentar-se na mesa diretora.
    As acadêmicas, a musicista e declamadora Edyna Maldi Borges, a escritora Francisca Borges Cunha e a escritora Maria Rita de Cássia Preto Miranda declamaram, de maneira muito emotiva, poemas alusivos ao patrono, Elias José. Mariana Carvalhares de Pádua declamou a trovinha ‘Lousa de Pedra,’ representou a APC JOVEM e o Projeto Conhecendo a APC.
    A parte artística ficou por conta do Coral Santa Paula Frassinetti, regido pelo acadêmico Clarindo. Cantaram as músicas Pompa, Circunstância e o poema ‘Maria’ de autoria da acadêmica Bernadete. A professora aposentada Kênia falou da contribuição da educadora Eneida na Escola Municipal Interventor Naraldino Lima.
    A aluna da Escola Noraldino, Rafaela Reis Sousa de Paula, proferiu um poema de sua autoria e fez questionamentos reflexivos. O presidente encerrou a sessão festiva de posse. 

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2018 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus