• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    16/04/2018 09h00 - Atualizado em 17/04/2018

    Presa quadrilha suspeita de ataques em Passos

    Da Redação
    Armas apreendidas com a quadrilha acusada de roubar os bancos em Passos
    Armas apreendidas com a quadrilha acusada de roubar os bancos em Passos

    Seis homens foram presos na noite de sábado, 15, em uma chácara, no bairro Chácara Primavera, em Sumaré, limite com Hortolândia, por policias do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic). O bando é suspeito de integrar uma quadrilha que roubou duas agências bancárias mediante a explosões, em Passos, na madrugada da última quarta-feira. Eles também são suspeitos de atacar um carro-forte em Mogi das Cruzes em outubro do ano passado.

     Com o grupo foi apreendido cerca de R$ 170 mil em dinheiro, quatro fuzis, sendo um ponto cinquenta, que tem capacidade para derrubar uma aeronave, 300 quilos de bisnagas de emulsão explosiva, prontos para uso, três pistolas, capacetes, coletes balísticos e máscaras contra gases.
     A operação foi realizada por integrantes da 1ª Delegacia Patrimônio (Investigações sobre Roubo e Latrocínio) após troca de informações com policiais civis de Minas Gerais, uma vez que eles apreenderam na cidade mineira de Conceição de Aparecida, dezenas de aparelhos celulares dos integrantes desta quadrilha.
     Os presos foram autuados por formação de organização criminosa, posse de arma de fogo e uso restrito e posso de explosivos.
     De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos integram uma quadrilha de ao menos 15 integrantes que atacaram duas agências bancárias em Passos. Na fuga, eles ainda trocaram tiros com policiais mineiros e atearam fogo em ônibus na Rodovia MG-050. A quadrilha ainda atirou contra transformadores e deixaram parte de Passos sem energia elétrica.
     Os bancos alvos foram o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. Do primeiro, o grupo conseguiu atingir os cofres, de onde tirou dinheiro, cujo montante não foi informado. Da Caixa, eles levaram joias penhoradas e mais dinheiro.
      

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2018 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus