• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8859-0028

    Passos
    ESCOLHA UMA CIDADE

    Passos

    18º MIN 28º MÁX
    MOEDA
    Dólar Euro Peso Libra Bitcoin
    COMPRA
    R$ 3,23 R$ 3,86 R$ 0,19 R$ 4,31 R$ 29.180,00
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    15/11/2017 00h01 - Atualizado em 15/11/2017

    Novo presidente do Inpar se apresenta à comunidade

    S.S. PARAÍSO - Nesta semana, o presidente eleito do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de São Sebastião do Paraíso (Inpar), Sílvio Aparecido de Carvalho, utilizou a tribuna da Câmara durante a sessão ordinária desta semana para se apresentar à população.  Silvio, que é que é servidor público de carreira e contador da Prefeitura, foi indicado a ocupar o cargo pela Câmara e venceu a eleição para formação de nova diretoria ocorrida na última semana. Na oportunidade, ele falou sobre o principal desafio de seu mandato: lidar com os problemas financeiros do instituto. “Estamos levantando os valores, apurando dados e tudo isso vai constar em ata. Já estivemos reunidos com o prefeito aonde comunicamos que todas as informações serão levantadas. Todo mundo sabe que a maior dificuldade do Instituto é a financeira”, explicou. Silvio disse também que a luta não será apenas dele e contará com apoio da Câmara, do Executivo e servidores ativos e inativos. “Aos logo dos meus 44 anos eu consigo segregar as coisas, uma coisa é a questão pessoal outra é a questão institucional, não tenho interesse nenhum em prejudicar ou complicar a vida de ninguém e nem teria condições para isso. O Inpar nada mais é que um braço da prefeitura e o trato com ela é apenas institucional. A minha questão é apenas de transparência e gosto muito de registrar as coisas”. Já no final de seu pronunciamento, Silvio voltou a falar da crise financeira vivida pelo instituto. De acordo com ele, atualmente, a folha bruta do Inpar é de pouco mais de R$ 1,2 milhão e cresce R$ 15 mil a cada mês. “O instituto não tem reserva financeira, não fabrica receita, tudo vem 

    da Prefeitura. É uma coisa automática; eu disse isso para o prefeito, se o aposentado bater aqui e não tiver o dinheiro, ele vai bater 
    na porta da prefeitura. O aposentado não quer saber de muita conversa, quer saber do pagamento dele”, concluiu o novo presidente.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8859-0028

    © 1984 - 2017 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus