• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    06/12/2016 13h17 - Atualizado em 06/12/2016

    Força-tarefa da Operação Lava Jato ganha Prêmio

    Prmio Innovare
    Prêmio Innovare

    A força-tarefa formada por procuradores da Operação Lava Jato, no Paraná, ganhou o Prêmio Innovare na categoria Ministério Público na edição deste ano. A premiação reconhece práticas eficientes que contribuem para a solução de problemas da Justiça no país.

    Na categoria Ministério Público, se inscreveram 52 práticas em todo o país. A força-tarefa da Lava Jato chegou à final apontando novas técnicas de investigação, como análise informatizada de grande volume dados, uso da colaboração premiada e cooperação internacional.
    Os integrantes da força-tarefa também destacaram o trabalho conjunto com diversos outros órgãos, como a Polícia Federal, Receita, Tribunal de Contas, Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Controladoria Geral da União (CGU) e Advocacia Geral da União (AGU).
    Receberam o prêmio os procuradores da República Deltan Dallagnol, Roberson Pozzobon, Orlando Martello Júnior, Paulo Roberto Galvão de Carvalho, Diogo Castor de Mattos, Laura Gonçalvez Tessler, Carlos Fernando dos Santos Lima, Julio Carlos Motta Noronha, Antonio Carlos Welter, Athayde Ribeiro Costa, Januario Paludo, Andrey Borges Mendonça, Isabel Cristina Groba Vieira e Jerusa Burmann Viecili.
    Em segundo lugar e com menção honrosa na categoria Ministério Público, ficou o projeto Prevenção da violência doméstica com a estratégia da saúde da família. Desenvolvido em São Paulo pela promotora Fabíola Sucasas Negrão Covas, a prática visa ao aprimoramento da articulação entre o MP e a rede de enfrentamento à violência contra as mulheres.

    Neste ano, o prêmio recebeu 482 práticas de todos os estados do país em seis categorias: Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania. Nesta última, puderam concorrer iniciativas de toda a sociedade, por parte de empresas, ONGs, associações, igrejas e profissionais de diversas categorias.

    Todas as práticas foram visitadas por consultores do Instituto Innovare. Aquelas realizadas na categoria Justiça e Cidadania receberam pesquisadores do Instituto Datafolha. A escolha dos vencedores coube a especialistas do meio jurídico e acadêmico, que compõem uma comissão julgadora. Para a final, foram selecionadas 12 práticas em favor da eficiência da Justiça.
    Criado em 2004, o Prêmio Innovare é uma realização do Instituto Innovare, da Secretaria Nacional de Cidadania e Justiça do Ministério da Justiça, da Associação de Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (Conamp), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), com o apoio do Grupo Globo.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8829-8351

    © 1984 - 2019 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus