• Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8859-0028

    Passos
    ESCOLHA UMA CIDADE

    Passos

    18º MIN 28º MÁX
    MOEDA
    Dólar Euro Peso Libra Bitcoin
    COMPRA
    R$ 3,23 R$ 3,86 R$ 0,19 R$ 4,31 R$ 29.250,00
    ÁREA DO
    ASSINANTE
    ESQUECEU SUA SENHA?
    Você receberá em seu e-mai uma nova senha para login.
    

    Assine 35 3529-2750

    Fale Conosco contato@clicfolha.com.br

    WhatsApp 35 9 9956-5000

    
    28/08/2016 06h30 - Atualizado em 27/08/2016

    Aprenda a fazer uma cozinha moderna

    Vale colorir a cozinha, colocar adesivos, e preench-la com equipamentos de ultima gerao
    Vale colorir a cozinha, colocar adesivos, e preenchê-la com equipamentos de ultima geração
    Uma cozinha moderna  tambm uma cozinha sustentvel. Torneiras eficientes e fluxo controlado
    Uma cozinha moderna é também uma cozinha sustentável. Torneiras eficientes e fluxo controlado
    A cozinha ficou mais tecnolgica e passou a ser um ambiente sofisticado, em alguns casos
    A cozinha ficou mais tecnológica e passou a ser um ambiente sofisticado, em alguns casos

    A cozinha foi o cômodo que mais sofreu modificações ao longo das décadas dentro de casas e apartamentos. O espaço ganhou status e se transformou em local de convívio e lazer. Também ficou mais tecnológica e passou a ser um ambiente sofisticado, em alguns casos. E uma cozinha pode ser classificada como moderna quando seu projeto inova em materiais, cores e texturas.

    Para a arquiteta Cris Paola, do Studio Cris Paola, é possível fazer um projeto bacana em cozinhas de qualquer tamanho. De acordo com a especialista, quanto maior a área, o projeto cria novos espaços como despensa, prataria, adega com apoio para serviço de vinho, espaço degustação de café, entre outros. E quanto menor a área, modula-se o ambiente de forma criativa com equipamentos em torres para tirar proveito do espaço e sobrar pelo menos uma pequena bancada de apoio.

    Alguns materiais classificam a cozinha como moderna. Vão desde texturas, laminados especiais, lacas, vidros serigrafados de última geração com acabamentos diversos, bancadas de corian, Silestone, Dekton, Nanoglass a granitos e madeiras maciças que aquecem o ambiente. Ainda estão na lista os revestimentos de parede como pastilhas, cerâmicas, papel de parede. Por fim, vale colorir a cozinha, colocar adesivos, e preenchê-la com equipamentos de ultima geração.

    E não desanime caso a sua cozinha não seja exatamente nova. A notícia boa é que é possível modernizar um ambiente que já está pronto. Basta começar pela troca do revestimento dos móveis ou das portas dos armários, troca de bancada e se necessário da pia e torneiras. “Pode-se aplicar também vários tipos de revestimentos de parede. Um redesenho sempre é possível”, ensina a arquiteta.

    A cor é parte importante desta decoração. Uma cozinha ‘gourmet’ tanto pode ser de uma única cor com texturas, brilhos e fosco, quanto pode ser multicolorida. “O desenho do mobiliário em conjunto com os eletrodomésticos é o que vai fazer a construção de sua imagem”, pontua a profissional. Existe ainda o uso dos estilos retrô ou vintage: o primeiro deles classifica um produto novo e fabricado agora, porém copiando o estilo ou design passado; já o outro se utiliza de peças antigas nas sua composição. Ah, e não esqueça da iluminação do local. “O ideal é o uso de lâmpadas brancas”, orienta o do arquiteto Júlio Beraldo, do escritório Iná Arquitetura.

    Uma cozinha moderna é também uma cozinha sustentável. Torneiras eficientes e fluxo controlado economizam água. Uma dica valiosa é procurar ter iluminação e ventilação para que não seja necessário compensar essas ausências com mais equipamentos como ar-condicionado e muitas luminárias. Fique atento ainda na utilização do projeto para alocação dos equipamentos de forma a reduzir o consumo de energia. “O fogão não deve ser instalado ao lado da geladeira, pois este aquece o aparelho e faz com que ela tenha que resfriar mais para fazer a compensação”, diz Cris.

    Na opinião de Júlio, a sustentabilidade não esta na cozinha em si, mas nos hábitos dos moradores. “Bons exemplos são a separação dos lixos orgânico e reciclável, e o cultivo de uma horta na janela da cozinha. Acho que não tem coisa mais moderna do que cultivar o próprio alimento”, conclui.

    Mais sobre a editoria

    Guia da Cidade
    INCLUA SEU ESTABELECIMENTO

    Assine (35) 3529-2750

    Fale Conosco contato@folhadamanha.com.br

    WhatsApp (35) 9 8859-0028

    © 1984 - 2017 Folha da Manhã. Todos os direitos reservados.
    Desenvolvido por Mediaplus