Plataformas digitais são tendência para educação

25/08/2019
FERNANDA FREIRE

De acordo com pesquisa divulgada pela Pearson, a maior empresa de educação do mundo, há pessoas acreditando que a educação formal não precisa ser ministrada por profissionais. 
 
A pesquisa indicou que em pessoas de 14 a 37 anos, a plataforma que mais contribuiu para a aprendizagem desse grupo, nos últimos 12 meses, foi o Youtube.
 
A mesma resposta alcançou 47% dessa geração, que é conhecida como millennials, nascidos entre o começo dos anos 80 e o dos anos 2000.
 
No levantamento, era possível assinalar mais de uma alternativa.
 
Seguida da plataforma de vídeo mundial, estava a atuação do professor, com 39%, quase empatado com cursos gratuitos online.
 
Já entre os jovens da geração Z, de 14 a 22 anos, os professores se destacaram com 57% na preferência pelo ensino, entretanto, o Youtube teve indicador parecido, alcançando 51% do público em questão. Um dos menores índices importantes para a aprendizagem foram os livros, apontados por apenas 26% da geração Z.