Séries para todos os tipos de pais

No clima do Dia dos Pais, que é comemorado no próximo domingo, terá uma coletânea de séries e programas televisivos para cada tipo de pai, do descolado ao torcedor

09/08/2019

Que tipo de pai é o seu? Aventureiro, descolado, brincalhão ou torcedor? Seja qual for o estilo do patriarca, há um programa televisivo que é a cara dele! Já em clima de Dia dos Pais, a jornalista Adriana Izel preparou uma seleção de séries e atrações da tevê fechada e dos serviços on-demand para você indicar para o seu pai quando ele pedir aquela dica! Ou ainda, quem sabe, aproveitar para maratonar ao lado dele no domingo após o almoço em família.

 

Se seu pai é daqueles que gostam de uma vida agitada, que praticam atividades radicais e não têm medo de nada nem perdem uma aventura, ele vai gostar de atrações mais voltadas ao gênero de ação. A partir de 8 de agosto, três dias antes do Dia dos Pais, a Netflix lança em seu catálogo a série Wu assassins.

 

A produção é uma mistura de ficção científica com Kung Fu e retrata a história de um simples chef de cozinha em São Francisco, o jovem Kai Jin (Iko Uwais), que acaba sendo escolhido para proteger os poderes de Wu Xing, uma tríade chinesa poderosa. Para isso, ele precisa se tornar um assassino de aluguel, usando habilidades de artes marciais contra cinco criminosos que ameaçam destruir o mundo.

 

No domingo do Dia dos Pais, a partir das 15h10, o canal A&E passa dois episódios seguidos de Six — Esquadrão antiterrorista. A produção chegou à programação do canal no início de julho e tem garantido espaço na grade desde então. O seriado gira em torno do grupo de oficiais de operações especiais da Marinha dos Estados Unidos, mais conhecido como Team Six, que tem como missão eliminar um líder do Talibã no Afeganistão.

 

Em formato de minissérie, Six acompanha o período do grupo — que dá nome à produção — no Talibã e depois o retorno, alguns anos depois, com o objetivo de resgatar o antigo chefe da missão, Rip (Walton Goggins), que foi feito refém por terroristas no Afeganistão. Além de se passar num cenário de guerra com muita ação, a trama aborda os dramas pessoais dos personagens principais Joe Graves (Barry Sloane), Alex Caulder (Kyle Schmid) e Ricky Ortiz (Juan Pablo Raba).

 

Torcedor

Para os patriarcas aficionados por futebol e esportes em geral, há muito mais do que a programação de jogos. Na última sexta-feira, a Amazon Prime Vídeo lançou em seu catálogo a série documental This is football. Dividida em seis episódios de uma hora, a atração mostra a importância do futebol na melhora da qualidade de vida de algumas comunidades.

 

A produção aborda desde a influência positiva do esporte em Ruanda após o massacre em 1994 passando pela classificação heroica da Islândia para a Copa de 2018 e as conquistas das mulheres dentro de campo. Há ainda episódios e histórias gravadas na Argentina, na China e nos Estados Unidos.

 

Com quatro temporadas, a série mexicana Club de Cuervos é a mistura perfeita entre futebol, drama e comédia. Lançada oficialmente em 2015 na Netflix, a atração acompanha a história dos irmãos Salvador Chava Iglesias Jr., papel de Luis Gerardo Mendez (conhecido no México por atuar nas telenovelas), e Isabel Iglesias, interpretada por Mariana Treviño, que entram em conflito pela presidência do time de futebol Los Cuervos de Nuevo Tuledo após a morte do pai.

 

Descolado

Se o seu pai é daqueles com a cabeça mais aberta, que gostam de estar entrosado com os mais jovens e os assuntos do momento, a opção para ele são séries que conversem com temáticas atuais e modernas.

 

Lançada em 2008, Breaking bad foi o grande hit do fim dos anos 2000. Com cinco temporadas disponíveis na Netflix, a atração tem como protagonista Walter White (Bryan Cranston), um professor de química que, ao descobrir uma doença terminal, vira traficante de metanfetamina para garantir o sustento da família.

 

A trama instigante e a qualidade da produção a tornaram um dos clássicos da tevê. A série chegou ao fim em 29 de agosto de 2013. Mas garantiu um spin-off, a produção Better call Saul, sobre um dos personagens de Breaking bad, outra produção que está no catálogo da Netflix.

 

Fanfarrão

Quem tem um patriarca que não perde uma piada pode sugerir o retorno do programa Choque de Cultura à Rede Globo. Desde o domingo passado, a atração ganhou uma nova temporada, agora sob o nome de Choque de cultura show, em que Rogerinho (Caíto Mainier), Julinho (Leandro Ramos), Renan (Daniel Furlan) e Maurílio (Raul Chequer) fazem críticas cinematográficas logo após a exibição dos filmes da Temperatura máxima, aos domingos. A estreia foi com Thor: Mundo sombrio.