Família de Vinícius critica IML

11/07/2019
Adriana Dias

PASSOS – A família de Vinícius Jerônimo Alves, 23 anos, que morreu na última segunda-feira, 8, após um acidente entre sua motocicleta e um veículo na avenida Liquinha Silveira, fez duras críticas ao Instituto Médico Legal (IML) pelo fato de não ter plantão em Passos e ter que locomover o corpo para Formiga, com pagamento do traslado para realização da necropsia.
 
Conforme explicou o tio de Vinícius, o trabalhador autônomo Ivan Ferreira, seu sobrinho havia sido socorrido inconsciente pela equipe de resgate do Samu, apresentando politraumatismo e traumatismo craniano grave. Mas não resistiu aos ferimentos e morreu.