Calçada da rua Itaipu, no bairro Vila Rica, incomoda moradores

23/05/2019
Fabio Henri

Aglomeração de lixo e até galhos de árvores na rua Itaipu, no bairro Vila Rica, em Passos, cobrem calçada e atrapalham pedestres. Além do mais, cachorros rasgam os sacos que cobrem os resíduos e os esparramam pelo meio da via. Um leitor da Folha entrou em contato com a reportagem e disse que a situação acontece tem mais de quatro meses e que não sabe dizer se as pessoas colocam o lixo de forma errada ou no horário incorreto. “Não sei o que está acontecendo nessa via, achei que esse problema de lixo na cidade havia sido resolvido e que não teríamos mais problemas, mas aqui na Itaipu é quase sempre isso que acontece”, afirmou. Outro entrevistado disse que coloca o lixo no horário em que a Prefeitura pede, que é de segunda-feira, quarta ou sexta, às 7h, porém, algumas vezes, dá 13h e o resíduo não foi recolhido. “Como eu trabalho durante o dia, não sei se o caminhão que recolhe os entulhos está passando nessa via para fazer o recolhimento, pois, ao menos eu coloco o lixo no horário certo,  porém, quando  vou fazer meu horário de almoço, vejo que tem a presença de lixo de outros moradores e algumas vezes o meu lixo está na via ainda. Não sei se as pessoas estão colocando os resíduos no local certo, até porque tem um aviso no muro pedindo para não colocar lixo no local. Espero que a Prefeitura possa nos ajudar”, disse um assinante da Folha. 
 
Resposta:
A Prefeitura de Passos informou que a limpeza das praças acontece de forma frequente pelas equipes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana. A respeito dos resíduos, os problemas gerados pelo descarte inadequado de lixo são muitos e, geralmente, visíveis. Na maioria dos casos, eles se configuram como agressões ambientais e até como uma questão sanitária que coloca em risco a saúde pública. O fato mais surpreendente é que, justamente quem mais sofre e reclama com a sujeira também é responsável por provocá-la. Manter a cidade limpa é uma tarefa que demanda um trabalho conjunto entre a Prefeitura, os moradores, as empresas e os turistas que passam pela cidade. Em geral, o lixo doméstico, industrial e hospitalar é coletado em dias específicos, e a agenda desse tipo de serviço é de conhecimento público. Portanto, o lixo só deve ir para fora da residência ou comércio no dia da coleta, de modo a evitar o acúmulo nas ruas e que animais sem dono rasguem os sacos, espalhando os detritos nas vias públicas. O caminhão de coleta passa no bairro em questão segunda, quarta e sexta-feira, a partir das 7h.