Minas Trend tem bons resultados

expositores comemoram vendas realizadas no maior salão de negócios da moda na América Latina, em Belo Horizonte. negócios superaram as expectativas dos lojistas

15/04/2019
Especial para a Folha
Wagner Penna

Mais uma edição do Minas Trend foi ao ar, no pavilhão do Expominas de Beagá, com os lançamentos para o verão 2020. Porém, desta vez , a feira ganhou alma nova ao se abrir para o publico em geral e com eventos internos além da moda. Teve a gastronomia da Aproxima, desfiles abertos ao público, palestras interessantes, expô com modelos de ícones fashion como Alceu Penna e Iris Apfel e, claro, os desfiles habituais. Destaque, ainda, para o décor bacana para criar o clima ‘Um Dia de Sol’, tema proposto pelo curador Ronaldo Fraga.
Um dos pontos mais importantes foi a apresentação do desfile com os novos estilistas sob o tema “Design de Autor”, que mostrou a quantas anda a moda criativa em Minas e o quanto ela pode se fortalecer como economia criativa. As roupas foram, depois, para o estandes do salão de negócios, onde mais marcas conhecidas mostraram vestuário, acessórios e têxteis. Resumo: a feira tomou novos rumos.

Otimismo
A 24ª edição do Minas Trend terminou sexta, 12, com expositores comemorando resultados bastante significativos. Ao todo, 187 expositores incluindo vestuário, têxtil, bolsas e calçados e joias e bijuterias, distribuídos em 253 estandes, apresentaram lançamentos para a temporada Primavera/Verão 2020. Os números da indústria da moda no Estado confirmam o potencial do salão de negócios do evento: é a segunda maior cadeia produtiva em geração de empregos em Minas Gerais, com 18% dos postos de trabalho da indústria de transformação.
A criatividade das marcas mineiras e o clima acolhedor do evento também contribuíram para a boa performance dos negócios. “As marcas se dedicaram muito e o esforço pode ser visto nos produtos expostos, fruto da criatividade mineira”, afirmou Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG). Ele lembra ainda da força do evento, que abriu as portas para a população, com variada programação cultural, gastronômica e de palestras.
A marca de moda festa M. Rodarte, presente desde a primeira edição do evento, manteve o ótimo resultado alcançado na 23ª edição. “Nosso grupo vem conquistando bons resultados já há três edições, angariando novos clientes e crescendo acima da média do mercado”, diz Marina Rodarte, diretora do grupo, que também detém a marca Marrô. “Estamos muito satisfeitos por termos conseguido manter o resultado da última edição”, completou. Na edição de outubro passado, a empresa aumentou em 60% sua carteira de clientes.
No setor de acessórios, a grife de bolsas e clutches de luxo Isla, também presente desde o primeiro salão de negócios, destaca a estrutura e o conforto da feira. “O Minas Trend sempre foi uma feira de muito potencial, desde que surgiu. A estrutura sempre foi muito boa e os clientes se sentem em casa. A feira tem muitas características mineiras, como saber receber, e é confortável e bonita”, disse Bruno Saldanha, representante da marca. Ele também elogia o posicionamento do evento no calendário de moda do Brasil. “Com a antecipação da data para o início de abril, a feira realmente teve cara de preview. Foi a primeira feira da coleção para a maioria das marcas e isso é muito bom, pois os clientes têm necessidade cada vez maior de ver novidades em primeira mão”, completou.
A Arte Sacra, desde 2011 no Minas Trend e referência em moda festa, frisa o bom movimento de lojistas no salão de negócios. “Essa edição foi maravilhosa. Tínhamos uma expectativa que foi superada, conquistamos novos clientes e as peças estão fazendo muito sucesso”, afirma Carolina Malloy, uma das sócias da marca. A nova coleção causou burburinho entre os compradores e trouxe novos clientes para a Arte Sacra. “Conseguimos fechar negócio com clientes que já estávamos prospectando”, completou.